Luto

Enterro do jornalista Samir Abou Hana será às 16h deste sábado (11), no Cemitério de Santo Amaro

Velório será realizado a partir das 10h30 na Câmara de Vereadores do Recife

Adriana Guarda
Adriana Guarda
Publicado em 11/12/2021 às 10:08
Michele Souza /ACERVO  JC Imagem
Visita de Jose Serra ao Recife - Destaque para Jose Serra em entrevista no programa Samir Abouana. - FOTO: Michele Souza /ACERVO JC Imagem
Leitura:

Familiares, amigos, espectadores e ouvintes de Samir Abou Hana se despedem do jornalista neste sábado (11). De acordo com a família, o velório acontece a partir das 10h30, na Câmara de Vereadores do Recife e o enterro está previsto para às 16h, no Cemitério de Santo Amaro, no Recife. O comunicador, que tinha 79 anos, levou uma queda em casa e sofreu traumatismo craniano. Ele estava internado desde o início de dezembro em um hospital particular da capital pernambucana e faleceu por complicações do quadro clínico, após sofrer três paradas cardiorrespiratórias. Durante a queda, o jornalista também sofreu uma fissura no fêmur e teve que operar.

Day Santos/JC Imagem
Paulo Abou Hana, filho de Samir, libera o corpo do pai no IML - Day Santos/JC Imagem
 

Na manhã deste sábado, o filho do jornalista, Paulo Abou Hana, e outros familiares acompanharam a liberação do corpo no Instituto de Medicina Legal (IML), no Recife, e anunciaram os horários do velório e do sepultamento.

Day Santos/JC Imagem
Familiares a espera da liberação do corpo de Samir Abou Hana, no Recife - Day Santos/JC Imagem

Conhecido pelo slogan "o secretário da cidade", por defender os interesses da população, Samir Abou Hana influenciou gerações de jornalistas no rádio e na TV e foi figura conhecida e admirada nos lares pernambucanos, com sua maneira autêntica de se comunicar.

TRAJETÓRIA

Durante sua carreira profissional, Samir atuou como apresentador de TV, jornalista e radialista. Fora das redações, chegou a ser secretário de imprensa de dois prefeitos: Eufrásio Barbosa, de Olinda, e Augusto Lucena, do Recife. 

Ele criou sua marca por meio da saudação carinhosa "ternurinha", que há tempos atrás serviu como nome de fantasia para sua emissora de rádio. A expressão era sempre acompanhada por um gesto com os dedos em forma de “V”.

ACERVO PESSOAL
Samir Abou Hana e Chacrinha - ACERVO PESSOAL
 

De acordo com o próprio Samir, a ideia surgiu quando Chacrinha o convidou para ser jurado em seu programa. Em entrevista à TV Globo, Abou Hana explicou que o comunicador o apresentou como “a ternurinha do Recife'. Além disso, por reivindicar melhorias para a população passou a ser chamado de: "O Secretario da Cidade".

Em sua carreira, o apresentador passou por Rádio Jornal, Rádio Globo, Rádio Clube e outras grandes emissoras. Na televisão, teve passagens memoráveis pela TV Universitária de Pernambuco, TV Estação e Nova Nordeste, além dos jornais Diário de Pernambuco e Estado de S. Paulo.

Comentários

Últimas notícias