SHOW PIRÓTÉCNICO

Vídeo: Acidente com fogos durante réveillon no Recife estraga festa, e família responsabiliza prefeitura

Família que comemorava a passagem de ano em área externa da casa foi surpreendida com restos de fogos de artifício caindo sobre o quintal e o telhado. A prefeitura do Recife se eximiu da responsabilidade

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 01/01/2022 às 11:40
Cortesia
Fogos de prédio na Imbiribeira assustaram moradores - FOTO: Cortesia
Leitura:

Com informações da repórter Beatriz Albuquerque, da TV Jornal

(atualizada às 14h36)

Mesa arrumada, decoração planejada e família reunida. Tudo parecia pronto para um réveillon tranquilo, na casa de uma família moradora da Lagoa do Araçá, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife.

Quando o relógio marcou meia-noite, começaram as explosões de fogos no alto do prédio vizinho. Vídeos gravados pela família, e enviados para a Produção da Tv Jornal, mostram o exato momento em que artefatos pirotécnicos, começaram a atingir o local onde os familiares estavam reunidos.

O autônomo e morador da casa, José Walter Júnior,  detalhou os momentos de tensão. "Tivemos que sair no corre-corre. Tinha criança, gente de idade...parecia filme de terror. Muita coisa caindo no telhado, um som estridente, muitos fogos caíam acesos ainda, acabou com a festa da gente. Depois disso, ficamos todos tristes e fomos dormir", afirmou o morador.

O que restou dos fogos ficou espalhado por toda área externa da casa. Passado o susto inicial, José Walter procurou o segurança do prédio vizinho para tentar entender o que havia acontecido.

Foi quando soube que a queima de fogos, havia sido promovida pela Prefeitura do Recife. "O segurança me passou que o condomínio teria cedido a laje do prédio para a prefeitura do Recife soltar esses fogos, causando esse transtorno", José Walter salientou que poderia ter ocorrido um incêndio pois, segundo ele, muitos artefatos caíram sobre motocicletas estacionadas na garagem e até sobre uma lona que havia no local.

Júlio Rodrigues/TV Jornal
Restos dos artefatos ficaram espalhados pelo quintal - Júlio Rodrigues/TV Jornal

DESCENTRALIZAÇÃO

A Lagoa do Aracá fazia parte do pontos descentralizados de queima de fogos anunciados pela Prefeitura do Recife para as comemorações do revéillon. A queima de fogos, com duração estimada em 3 minutos, contemplou ainda  os bairros do Ibura, Jardim São Paulo, e Morro da Conceição.

A administradora, Renata Nascimento, esposa do José Walter, conta que cartuchos dos fogos utilizados chegaram a atingir a pele dela e dos convidados. "Atingiu minha mãe, que estava sentada, o pé do meu filho mais velho e, quando eu corri para a área coberta, atingiu a minha perna", afirmou a administradora.

Renata Nascimento disse ainda à reportagem da TV Jornal que em momento algum a família foi avisada de que haveria queima de fogos no local onde, afirmou, existem outras residências, aumentando o risco de acidentes. "Eles não vieram fazer nenhuma vigilância para saber se poderia acontecer o que aconteceu, então a gente pede uma providência porque [a queima de fogos] pode se repetir no próximo ano e é um risco. Que isso não aconteça mais", alertou Renata.

A produção da TV Jornal entrou em contato com a Prefeitura do Recife que respondeu, através de nota, que o material empregado na queima de fogos contratada pela prefeitura não deixa resíduos e que a empresa responsável obedeceu todos os protocolos de segurança. A PCR também informou que aconteceram outras queimas de fogos na Lagoa do Araçá, além da promovida por ela.

Veja a nota na íntegra:

"A Prefeitura do Recife informa que os artefatos utilizados na festa de réveillon deste ano foram sem estampidos e feitos a base de magnésio. No momento da queima, todo o material se dissipa no ar, após produzir as formas geométricas coloridas, seguindo todas as normas de segurança. A gestão informa que a produtora responsável pelo espetáculo montou a estrutura para queima de fogos na laje do 13º andar de um prédio em construção, sem habitação, obedecendo todos os protocolos de segurança com vistas à proteção da população na localidade e dos trabalhadores. Esse local fica em torno de 40 metros de altura. No local, não foram registrados quaisquer incidentes. Nas imediações da Lagoa do Araçá foram observadas outras queimas de fogos de artifício".

Comentários

Últimas notícias