IPSEP

"Foi para matar mesmo": colega fala sobre assassinato de digital influencer no Recife

A jovem Bruna do Nascimento Marques Maciel, 21 anos, que tinha mais de cem mil seguidores no Instagram, foi morta em frente a uma casa de shows

JC
JC
Publicado em 21/03/2022 às 16:00
REPRODUÇÃO
Digital influencer foi assassinada nesta segunda (21) - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

Uma conhecida da digital influencer Bruna do Nascimento Marques Maciel, 21 anos, que foi morta a tiros nesta segunda-feira (21), no Ipsep, Zona Sul do Recife, descreveu o crime, em frente a uma casa de shows na Rua Raposo Pinto.

"Quem estava perto dela, saiu correndo. Ninguém ficou. Foi muito rápido. Não deu para socorrer. Foi para matar mesmo", disse a mulher, que preferiu não se identificar.

O crime aconteceu por volta das 5h. De acordo com a Polícia Civil, Bruna tinha saído do estabelecimento para chamar um carro de aplicativo, quando foi surpreendida pelo assassino. Ela foi atingida na altura do pescoço e morreu no local.

O suspeito, segundo a polícia, estava aguardando a digital influencer em um espetinho que funciona na frente do estabelecimento. Ele teria esperado por cerca de 1h até ter a oportunidade de cometer o assassinato. Após atirar contra a vítima, ele deixou o local andando.

Câmeras de segurança registraram o momento do crime. Veja as imagens:

O delegado José Luzia revelou que Bruna publicou nas redes sociais, horas antes do assassinato, a localização dela. A informação pode ter ajudado o assassino. No perfil da vítima, é possível ver várias postagens dela se divertindo no bar. "O algoz tinha conhecimento que ela estava nesse local em virtude de ela ter postado um story numa rede social cerca de 2 horas antes do homicídio. Com certeza havia uma situação anterior que fez com que ele tirasse a vida da vítima, porque trata-se exatamente de uma execução", disse.

 O perito Diego Mendonça, do Instituto de Criminalística, disse que a digital influencer pode ter sido morta com um revólver, já que não foram encontrados estojos no local: "A vítima foi encontrada em via pública com três lesões provocadas por disparos de projétil de arma de fogo na região do pescoço".

A motivação do crime não foi revelada, nem a identidade do assassino.

O caso foi registrado pela equipe de Força Tarefa de Homicídios da Capital. Segundo a polícia, "as investigações foram iniciadas e seguem até a elucidação do crime".

Leia a nota da Polícia Civil sobre o caso:

A Polícia Civil informa que registrou, no dia 21 de março, através da Equipe de Força Tarefa de Homicídios da Capital, ocorrência de Homicídio – doloso (consumado). A vítima, uma mulher de idade não informada, foi encontrada sem vida, em via pública, em frente a um bar no bairro do Ipsep. Segundo relatos, a vítima teria saído do estabelecimento para tomar um carro de aplicativo, quando um desconhecido se aproximou e realizou os disparos, fugindo em seguida. As investigações foram iniciadas e seguem até elucidação do crime.

Comentários

Últimas notícias