Patrocinada

Ligações clandestinas na rede elétrica são perigosas e configuram crime

Além de impactar a distribuição de energia, o popular "macaco" pode ocasionar acidentes graves

JC360
Cadastrado por
JC360
Publicado em 20/05/2022 às 10:09 | Atualizado em 09/06/2022 às 18:27
Jailton Jr./JC IMAGEM
Neoenergia está dando prioridade a áreas consideradas essenciais - FOTO: Jailton Jr./JC IMAGEM
Leitura:

As chamadas ligações clandestinas de energia, conhecida popularmente como “macaco”, são perigosas tanto para quem faz, quanto para quem usa. E além disso, põem em risco toda a população. Os desvios, que não atendem aos padrões e são feitos com materiais de baixa qualidade, provocam rompimento de cabos, queda de energia, incêndios e, principalmente, choques elétricos. Dependendo do tipo de ligação clandestina que é realizada, pode até deixar sem luz uma cidade inteira.

O alerta é da Neoenergia Pernambuco, que chama atenção sobre os perigos das ligações irregulares na rede elétrica. “As ligações clandestinas são ligações que são realizadas na rede de distribuição da Neoenergia Pernambuco de forma irregular. Na maioria das vezes, elas são realizadas por pessoas que não têm conhecimento técnico, utilizam materiais inadequados e, muitas vezes, encostam na rede energizada, ocasionando acidentes.“, afirma Gustavo Santos, gerente de operações da Neoenergia.

Tião Siqueira/JC IMAGEM
Gustavo Santos, gerente de operações da Neoenergia, chama atenção sobre os perigos das ligações irregulares na rede elétrica - Tião Siqueira/JC IMAGEM

Para combater essa prática, que traz tanto prejuízo à qualidade do fornecimento de energia, a Neoenergia aposta no uso da tecnologia e do monitoramento constante. “Combatemos as ligações clandestinas a partir da atuação da nossa equipe em campo. Hoje, existe uma área de inteligência que faz a avaliação periódica dos consumos dos clientes. Então, a partir dessas sinalizações, nós encaminhamos as equipes ao local para a constatação e combate desse ato”, explica o gerente de operações da Neoenergia.

O desvio de energia é crime e está tipificado no código penal, no Artigo 155. Quem faz, pode pegar até 8 anos de prisão e ainda pagar multa. “Quando identificamos a irregularidade, internamente é gerado um processo administrativo que vai gerar uma cobrança dessa energia que não foi medida pelo equipamento da distribuidora”, pontua Gustavo Santos.

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por TV Jornal | SBT (@tvjornalsbt)

DENÚNCIAS

As ligações clandestinas não são difíceis de identificar. De acordo com Gustavo Santos, o uso de materiais fora do padrão é um grande indicativo de irregularidades. Geralmente, as pessoas utilizam fios coloridos, azul, vermelho, verde ou brancos, que fogem do padrão da Neoenergia.

Quem flagrar qualquer atividade suspeita pode denunciar de forma anônima. O relato pode ser feito pelo site da Neoenergia (www.neoenergiapernambuco.com.br), pelo do WhatsApp, no número (81) 3217-6990 e no canal de Teleatendimento, discando 116. Após o registro, uma equipe é encaminhada para realizar a inspeção.

Comentários

Últimas notícias