CHUVAS

CHUVA EM PERNAMBUCO: Correntes tem ponte com rachaduras e transbordamento de rio

Forte chuva causou transbordamento no Rio Mundaú, segundo a prefeitura. Ponte que une Correntes a Garanhuns apresenta rachadura e foi interditada

Edilson Vieira
Cadastrado por
Edilson Vieira
Publicado em 02/07/2022 às 11:25 | Atualizado em 02/07/2022 às 17:50
Reprodução Facebook
Nível do rio Mundaú está elevado e preocupa moradores - FOTO: Reprodução Facebook
Leitura:

Em atualização

A prefeitura de Correntes, município do Agreste pernambucano, a 250 km do Recife, divulgou um comunicado nas redes sociais, neste sábado (2), alertando sobre o transbordamento do Rio Mundaú, que corta a cidade. O município vem enfrentando chuvas de intensidade forte.

Correntes foi um dos municípios mais atingidos, sendo o terceiro na lista de onde mais choveu nas últimas 24 horas. A cidade acumulava, até as 12h, 94,85 milímetros.

Cerca de 150 famílias estão desalojadas. O secretário de governo municipal, Edimilson da Bahia, gravou um vídeo divulgado nas redes sociais da prefeitura informando que "o governo e equipe estão empenhados monitorando a situação em Correntes em decorrência das chuvas, ocasionando transtornos à população, devido o transbordamento do Rio Mundaú".

Moradores postaram nas redes sociais vídeos que mostram a ponte do Sítio Lages, que faz a ligação entre Garanhuns e Correntes, na BR-424, com rachaduras no asfalto. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nota no final da manhã dizendo que o trecho foi interditado.

A área foi liberada após o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) constatar que não houve comprometimento da estrutura.

Segundo o repórter Eduardo Peixoto, da Rádio Jornal Garanhuns, a chuva também vem castigando outros municípios. "São Pedro, distrito de Garanhuns, as águas invadiram residências. São João, Parantama, Palmerina...cidades um pouco mais distantes mas não menos importantes como Águas Belas e Itaíba.., a situação ainda é crítica".

Alerta da Apac para chuva na Mata Sul e Agreste

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) já havia emitido nesta sexta-feira (1º), um alerta para continuidade da chuva em cidades da Zona da Mata Sul e Agreste.

Segundo a Apac, o sistema meteorológico Onda de Leste, que está atuando sobre Pernambuco desde 29 de Junho, continuou provocando chuva com intensidade moderada a forte durante a noite desta sexta (1º) e a madrugada do sábado (2) na Mata Sul e Agreste.


Comentários

Últimas notícias