manifestações

Mesmo em isolamento, Bolsonaro vai à manifestação

Bolsonaro deixou o isolamento e cumprimentou os apoiadores

Alice Albuquerque
Alice Albuquerque
Publicado em 15/03/2020 às 13:42
Notícia
Reprodução
Bolsonaro faz live em manifestação - FOTO: Reprodução
Leitura:

Mesmo pedindo em rede nacional para que as manifestações deste domingo (15) fossem suspensas em todo o País devido a pandemia do coronavírus, o próprio presidente Jair Bolsonaro (sem partido), além de publicar fotos e vídeos dos protestos pelo País nas suas redes sociais, compareceu à manifestação em Brasília. O chefe de Estado havia feito o teste para o coronavírus e, segundo ele, na última sexta-feira (13), o resultado deu negativo.

>> Oposição assina carta contra governo Bolsonaro e apoia manifestações

>> Bolsonaro fará novo teste de coronavírus

Bolsonaro estava em quarentena no Palácio da Alvorada, em Brasília, por orientação do Ministério da Saúde para a realização de um novo teste para o coronavírus. Ele fez uma live nas redes sociais enquanto apertava as mãos e recebia presentes dos manifestantes, que o ovacionaram chamando de "mito" em frente ao Palácio. Na live, que mostrava cartazes como "Fora Maia", o presidente disse que "não existe satisfação maior" para um político do que a recepção dos apoiadores. "É quase inacreditável um político ter esse tipo de aceitação. Estamos no mesmo barco. A gente muda o Brasil, acredito nesta terra maravilhosa que Deus nos deu", afirmou.

Bolsonaro também fez um pronunciamento em uma live para pedir aos apoiadores que não comparecessem às manifestações marcadas para este domingo (15), e nela, ele estava com máscara de proteção. Já na manifestação hoje, quando, em quarentena, ele desceu do Palácio da Alvorada para cumprimentar os apoiadores, estava sem máscara.

>> De máscara, Bolsonaro faz live dizendo que ainda não tem resultado do teste de coronavírus

No twitter

De acordo com o Blog de Jamildo, apesar de ter usado seu pronunciamento na última para afirmar que a população deveria repensar a ida às manifestações deste domingo (15), por causa da pandemia de coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou fotos e vídeos dos protestos pelo País nas suas contas oficiais nas redes sociais.

O próprio presidente deixou o isolamento e participou, de carro, dos protestos. De acordo com a Folha de S. Paulo, o comboio presidencial fez uma carreata improvisada em Brasília. Em seguida, ele desceu do carro e apertou a mão de apoiadores.

O próprio presidente foi monitorado, depois que exames confirmaram que o secretário de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, está com coronavírus. Bolsonaro viajou com Wajngarten para os Estados Unidos, mas o exame dele Bolsonaro teve resultado negativo. O presidente foi colocado em isolamento.

Repercussão

A editora do BR Político, Vera Magalhães ironizou, no twitter, que Bolsonaro está promovendo o "#CoronaDay". Vera havia publicado no site um print que seria uma conversa de WhatsApp em que Bolsonaro dispara um vídeo que mostra a facada que sofreu em 2018 e convoca a população para o ato deste domingo (15).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias