Transparência

TCE, CNM e Amupe se reúnem para discutir gestão responsável durante a pandemia

Na ocasião, os prefeitos de Pernambuco poderão tirar dúvidas sobre pleitos em tramitação no Congresso, além de discutir meios para melhorar a gestão das cidades durante o surto do coronavírus

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 06/05/2020 às 14:31
Notícia
Divulgação
Dirceu Rodolfo participa de reunião virtual com prefeitos pernambucanos nesta quarta-feira (6) - FOTO: Divulgação
Leitura:

Prefeitos de todo o Estado reúnem-se, nesta quarta-feira (6), por videoconferência, par aprimorar métodos de gestão durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus. Esta é a segunda reunião extraordinária convocada para este fim pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) e deve contar com as presenças do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, e do presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE), Dirceu Rodolfo.

>> MPF e MPCO recomendam transparência nas contratações da Prefeitura do Recife contra o coronavírus

>> Pernambuco se aproxima de 10 mil casos de coronavírus; foram confirmados mais 556 casos e 54 novas mortes

>> Estamos trabalhando com governo do Brasil e continuaremos a fazer isso, diz OMS

Na primeira parte do encontro, Aroldi deve informar aos gestores pernambucanos sobre a situação dos pleitos municipalistas que estão em tramitação no Congresso Nacional. Neste momento os administradores também devem ser orientados "sobre os recursos do Fundo Nacional de Assistência Social com a consultora da CNM, Rosângela Ribeiro", segundo a Amupe.

TCE

Em seguida, Dirceu Rodolfo orientará os prefeitos sobre a melhor forma de gestão das suas cidades durante a pandemia da covid-19. "Essa iniciativa faz parte do papel da Amupe de orientar as gestões municipais a gerirem os recursos públicos com cautela e transparência", diz comunicado da Amupe encaminhado à imprensa. A reunião começará às 15h.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias