reforma tributária

Maia defende reforma tributária e diz que Guedes trouxe proposta 'importante e convergente'

Maia também elogiou a atuação do ministro Ramos no Fundeb e afirmou que ele será decisivo no diálogo final também da reforma tributária

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 21/07/2020 às 17:24
Notícia
Foto: José Cruz/Agência Brasil
Maia defende a proposta de reforma tributária de Guedes - FOTO: Foto: José Cruz/Agência Brasil
Leitura:
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), defendeu nesta terça-feira (21), a discussão da proposta da reforma tributária "com base no que está redigido" e criticou setores que falaram contra o projeto antes mesmo de conhecer sua íntegra.
"Há um legítimo direito de preocupação, mas muitas vezes não sabem o que está escrito ou objetivo das propostas", disse Maia. "É muito importante que a gente possa discutir com base no que está redigido nas propostas."
Para o presidente da Câmara, o ministro da Economia, Paulo Guedes, apresentou hoje uma proposta "importante e convergente" com os textos das PECs 45 e 110 já em tramitação no Congresso e em análise na comissão mista formada para debater a reforma tributária. O texto do governo trata da unificação de PIS e Cofins.
"Temos propostas (sobre tributária) que ampliam o escopo da proposta do governo", afirmou. Maia ainda destacou a relação de diálogo entre governo e Congresso. "Só tem a trazer bons resultados para o País", disse.
O presidente da Câmara teceu elogios à atuação do ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, responsável pela articulação do Palácio do Planalto. "O ministro Ramos foi decisivo na reta final do diálogo do Fundeb e será na tributária", afirmou. "É um articulador político com paciência, ajuda os ministérios técnicos."
 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias