Cassinos

Ministério do Turismo pretende liberar cassinos no Brasil até 2023

Ministério incluiu medida em lista de projetos prioritários

Gabriela Carvalho
Gabriela Carvalho
Publicado em 26/07/2020 às 8:53
Notícia
Fotos Públicas
A medida faz parte de uma lista de 22 projetos estratégicos da pasta apresentada à Presidência da República - FOTO: Fotos Públicas
Leitura:

O Ministério do Turismo planeja viabilizar a atividades de cassinos em resorts brasileiros até 2023.

À coluna do jornalista Guilherme Amado, do Época, a pasta afirmou que "os resorts integrados hoje são uma realidade em mais de 90% dos países do G20 e a intenção do Ministério do Turismo é promover um amplo debate em torno deste tema, principalmente em tempo de retomada econômica pós-pandemia".

>> Bolsonaro diz que Mandetta passou mais tempo 'com terror' do que trabalhando

A medida faz parte de uma lista de 22 projetos estratégicos da pasta apresentada à Presidência da República. O ministério incluiu medida em lista de projetos prioritários da pasta.

A lista também inclui o barateamento de passagens aéreas, a melhora da infraestrutura aeroportuária, o aumento do número de cruzeiros aquaviários e o aprimoramento da gestão turística de sítios culturais, naturais e misto declarados patrimônios mundiais.

>> Ministério da Saúde usou apenas 1/3 da verba destinada para combate ao coronavírus

Centrão

Ainda em novembro de 2019, deputados do bloco conhecido como Centrão retomaram a ofensiva para liberar a abertura de cassinos no País.

O presidente Jair Bolsonaro chegou a ser consultado para saber se o governo apoiaria um projeto com esse teor, mas não deu resposta definitiva. Bolsonaro disse aos interlocutores que, antes, seria preciso consultar a bancada evangélica. O grupo é contra o projeto, mas já admite discutir uma alternativa.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, defende a autorização do jogo de azar, mas apenas para estrangeiros.

Comentários

Últimas notícias