lava jato

Em resposta a Aras, Moro diz que desconhece segredos ilícitos da Lava Jato

Aras havia afirmado que "não se pode imaginar que uma unidade institucional se faça com segredos"

JC
JC
Publicado em 29/07/2020 às 12:58
Notícia

EVARISTO SA/AFP
O juiz Sergio Moro ganhou notoriedade quando comandava a Operação Lava Jato - FOTO: EVARISTO SA/AFP
Leitura:

O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, em resposta a uma entrevista que o procurador-geral da República, Augusto Aras concedeu à TV Globo na terça-feira (28), afirmou que desconhece segredos ilícitos na Lava Jato.

Na entrevista, Aras afirmou que o arquivo do grupo de procuradores de Curitiba tem 350 terabytes e a do Ministério Público Federal, 40, e "não se pode imaginar que uma unidade institucional se faça com segredos".

>> Governo Bolsonaro me usou como desculpa, diz Moro

A resposta de Moro foi no Twitter, que se pronunciou por ter adquirido visibilidade como juiz responsável das ações da Lava Jato. "A Operação sempre foi transparente e teve suas decisões confirmadas pelos tribunais de segunda instância e também pelas Cortes superiores, como STJ e STF".

Na ocasião, Aras também disse que "ninguém sabe como foram escolhidos, quais os critérios, e não se pode imaginar que uma unidade institucional se faça com segredo", com relação aos nomes das pessoas que tiveram os dados depositados no sistema do grupo de procuradores de Curitiba e falou sobre um "MPF do B", argumentando que existem 50 mil documentos "invisíveis à Corregedoria-Geral".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias