Presidente

Em pronunciamento, Bolsonaro diz ter compromisso com a democracia; panelaços foram registrados no Recife

O presidente fez um pronunciamento de cerca de três minutos; confira

Agência Estado e Redação
Agência Estado e Redação
Publicado em 07/09/2020 às 20:33
Notícia

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
O presidente Jair Bolsonaro, ministros e autoridades participam de cerimônia comemorativa do 7 de Setembro, no Palácio da Alvorada. - FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Leitura:

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), fez um em pronunciamento em rede nacional de rádio e TV, às 20h, deste feriado de 7 de Setembro, para afirmar que tem compromisso com a Constituição, com a preservação da soberania, com a democracia e com a liberdade.

"No momento em que celebramos essa data tão especial, reitero, como Presidente da República, meu amor à Pátria e meu compromisso com a Constituição e com a preservação da soberania, democracia e liberdade, valores dos quais nosso país jamais abrirá mão", afirmou o presidente.

>> Saiba como foram os protestos a favor e contra Bolsonaro neste 7 de Setembro no Recife

No Recife, durante a fala do presidente, panelaços foram ouvidos em bairros como Várzea, Parnamirim, Boa Viagem e Casa Forte.

Bolsonaro, que já deu declarações públicas favoráveis ao golpe militar de 1964, que instituiu uma ditadura militar no País, ainda aproveitou o pronunciamento para afirmar, que na época, "a sombra do comunismo" estava ameaçando a nação.

Confira a íntegra do pronunciamento do presidente:

Panelaços

Além do Recife, o pronunciamento do presidente também foi seguido por protestos no Rio de Janeiro. Foram registrados 'panelaços' e 'apitaços' nos bairros de Copacabana, Laranjeiras, Catete, Cosme Velho, Flamengo, Botafogo e Jardim Botânico, na zona sul, e no Grajaú, na zona norte. Na Barra da Tijuca (zona oeste) e em Copacabana também houve gritos de "fora, Bolsonaro" e "assassino".

7 de Setembro

 

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Cerimônia comemorativa do 7 de Setembro, no Palácio da Alvorada - MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Sem desfile militar por causa da pandemia de covid-19, Bolsonaro comemorou este Dia da Independência cumprimentando populares numa cerimônia de cerca de meia hora no gramado do Palácio da Alvorada. Acompanhado da primeira-dama Michelle Bolsonaro, do vice-presidente Hamilton Mourão, de ministros e do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, o presidente assistiu ao hasteamento da bandeira e a manobras de sete aviões da Esquadrilha da Fumaça.

Pouco antes das 10h, Bolsonaro saiu do Palácio da Alvorada no Rolls Royce presidencial acompanhado de um grupo de crianças. Depois de percorrer 400 metros até a Praça das Bandeiras, ele se dirigiu ao alambrado e cumprimentou apoiadores. O evento gerou aglomeração de adultos e crianças sem máscaras.

A comemoração na Alvorada seria restrita para convidados, mas o espaço acabou aberto para dezenas de pessoas, o que gerou aglomeração. Eles ficaram concentrados em uma área reservada aos populares, sem regras de distanciamento social. Sem máscara, Bolsonaro chegou ao local em carro aberto ao lado de crianças. Apenas duas delas utilizavam o item de proteção.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que crianças a partir de 12 anos usem máscaras. Já as com menos de 5 anos não devem usar. Entre 6 e 11 anos, a instituição afirma ser necessário analisar alguns fatores. Já a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) recomenda que crianças a partir de dois anos usem máscaras em função do ritmo de contágio ainda acelerado no país.

Segundo a assessoria da Presidências, as crianças eram filhos de convidados da solenidade. A Presidência não comentou o fato de Bolsonaro estar no evento sem máscara, assim como as crianças.

MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
Cerimônia comemorativa do 7 de Setembro, no Palácio da Alvorada - FOTO:MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias