Checagem

Conferimos: erros e acertos dos candidatos ao comparar Recife e Salvador em debate da TV Jornal

Durante debate televisivo realizado nessa terça-feira (10), candidatos trouxeram dados para comparar capital baiana à pernambucana. Checamos o que foi dito.

Alice de Souza
Alice de Souza
Publicado em 11/11/2020 às 17:59
Notícia

BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Debate dos candidatos à Prefeitura do Recife, na TV Jornal. - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

 

confere.ai
Matéria produzida pelo projeto Confere.ai em parceria com o Jornal do Commercio. - confere.ai

A TV Jornal realizou, nessa terça-feira (10), o primeiro debate televisivo com os candidatos à prefeitura do Recife. A ocasião foi marcada pelo enfrentamento entre os postulantes ao cargo de gestor municipal. Dentre as questões abordadas, por mais de uma vez os prefeituráveis mencionaram dados comparativos entre o Recife e Salvador, capital da Bahia. A equipe do Confere.ai checou algumas das declarações com essa referência e mostra para você o que está certo e equivocado.


As menções a Salvador ocorreram logo no primeiro bloco, em um embate entre Mendonça Filho (DEM) e João Campos (PSB), quando o democrata foi questionado sobre as propostas para reduzir a taxa de desemprego no Recife. Em sua resposta, Mendonça Filho afirmou que: "Eu acompanhei cidades como Salvador, por exemplo, onde se criou um programa específico para quem vive do próprio negócio e o prefeito ACM Neto (DEM) conseguiu atender cerca de 20 mil pequenos empreendedores”.

 

Checamos:


O programa ao qual o democrata se refere realmente existe, é o “Salvador por Todos”, um auxílio, no valor de R$270, concedido a baianas de acarajé, ambulantes, feirantes, camelôs, barraqueiros, baleiros, guardadores de carro, recicladores, taxistas, motoristas de aplicativos e mototaxistas – no caso dos três últimos, com idade superior a 60 anos. Em novembro, está sendo paga a oitava parcela do benefício. O pagamento, entretanto, não é para 20 mil pessoas. Segundo a Prefeitura de Salvador, foram 36 mil contemplados.


Na réplica, João Campos afirmou que a taxa de desemprego de Salvador é superior à do Recife. Segundo ele: “A capital do desemprego no Nordeste é Salvador. O senhor deveria ver a última divulgação da Pnad Contínua, do primeiro trimestre, que aponta Salvador com 17,5% de desempregados. Este número é superior aos dados do Recife”.

Checamos:


De acordo com o último dado disponível na Pesquisa Anual por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), a taxa de desemprego de Salvador foi maior que a do Recife no primeiro trimestre de 2020. Enquanto a capital baiana tinha 17,5% de taxa de desemprego, Recife tinha 14,1%. Em números absolutos, eram 289 mil desempregados em Salvador e 122 mil desempregados no Recife.

IBGE
Dados de desemprego em Recife e Salvador, no primeiro trimestre de 2020. - IBGE

Em resposta, Mendonça Filho citou a receita per capita do Recife e da capital baiana. Segundo ele, “a receita per capita do Recife é muito superior a de Salvador, de R$ 1250 de média de imposto por habitante”.

Checamos:

Segundo o levantamento “Os municípios bilionários em 2019”, do Observatório de Informações Municipais (OIM), a receita orçamentária per capita do Recife é maior que a de Salvador. Porém, o dado difere do apresentado pelo candidato. O levantamento mostra que a receita per capita orçamentária do Recife é de R$ 3.225,45, enquanto a de Salvador é de R$ 2.466,13.

Confere.ai

Se você estiver em dúvida com algum link ou texto que confere em suas redes, pode checar no Confere. Ferramenta automática de checagem, o Confere.ai utiliza inteligência artificial para analisar o nível de desinformação presente em conteúdos noticiosos. Para usar uma plataforma é bem simples: basta acessar ' www.confere.ai ' e colar o link ou texto desejado na barra de checagem. Em poucos segundos o Confere apresenta o resultado.

 

Seja um assinante JC.

Assine o JC com planos a partir de R$ 1,90 e tenha acesso ilimitado a todo o conteúdo do jc.com.br, à edição digital do JC Impresso e ao JC Clube, nosso clube de vantagens e descontos que conta com dezenas de parceiros.

Assine o JC

Comentários

Últimas notícias