Eleições 2020

Candidatos à prefeitura de Macapá votam na manhã deste domingo (6)

Amapá é a última capital a ir às urnas após o apagão no estado do Amapá ter adiado o pleito

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 06/12/2020 às 12:16
Notícia
Reprodução
João Capiberibe, conhecido como Capi, do PSB, foi o primeiro a votar, por volta das 9 horas. A candidata Patrícia Ferraz, do Podemos, votou na sequência, às 9h45, acompanhada do filho e partidários - FOTO: Reprodução
Leitura:
Candidatos à prefeitura de Macapá (AP) já votaram na manhã deste domingo (6), última capital a ir às urnas após o apagão no estado do Amapá ter adiado o pleito. João Capiberibe, conhecido como Capi, do PSB, foi o primeiro a votar, por volta das 9 horas. A candidata Patrícia Ferraz, do Podemos, votou na sequência, às 9h45, acompanhada do filho e partidários, conforme informações do portal G1.
 
 
Depois do apagão, a última etapa das eleições municipais no Brasil é marcada por filas em alguns locais de votação. Estão aptos a votar um total de 292.718 eleitores. O horário de votação é das 7 horas às 17 horas, conforme horário ampliado em meio à pandemia e que foi implantado em todo o Brasil.

Candidatos

 

Dez candidatos concorrem à prefeitura de Macapá neste domingo. A última pesquisa Ibope, divulgada na sexta-feira, dia 04, apontou Josiel Alcolumbre (DEM), irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), na liderança, com 28% das intenções de voto.
 
Na sequência, aparece Dr. Furlan, do Cidadania, com 14%. Ele está empatado tecnicamente com Patrícia Ferraz, do Podemos, e Capi, do PSB, que já votaram neste domingo. Cirilo Fernandes (PRTB) teve 10% das intenções de voto, Guarany (PSL), 9%, e Paulo Lemos (PSOL), 7%.
 
A pesquisa do Ibope tem margem de erro de 4 pontos porcentuais, para mais ou para menos. Feita entre os dias 1 e 3 de dezembro, ouviu mais de 600 eleitores e tem índice de confiança de 95%. Está registrada na Justiça Eleitoral AP-01464/2020.
 
Se nenhum dos candidatos obtiver hoje a maioria dos votos, a cidade de Macapá terá segundo turno, no dia 20 de dezembro, às vésperas do Natal. Ontem, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, defendeu a segurança das eleições municipais de Macapá.
 

Urnas substituídas

Três urnas foram substituídas durante a votação das eleições municipais do Macapá (AP), conforme informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número representa apenas 0,35% de um total de 703 urnas disponíveis no primeiro turno na capital, postergado por conta do apagão no Estado.

De acordo com boletim do TSE, há 158 urnas para contingências. Estão aptos a votar um total de 292.718 eleitores no Macapá. O horário de votação é das 7 horas às 17 horas, conforme horário ampliado em meio à pandemia e que foi implantado em todo o Brasil.

Se nenhum dos candidatos obtiver hoje a maioria dos votos, a cidade de Macapá terá segundo turno, no dia 20 de dezembro, às vésperas do Natal. Ontem, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, defendeu a segurança das eleições municipais da capital.
 

Últimas notícias