EX-PRESIDENTE

Lula informa que testou positivo para covid-19 durante viagem a Cuba

O ex-presidente passou pelo processo de quarentena no país

JC
JC
Publicado em 21/01/2021 às 18:34
Notícia

RICARDO STUCKERT/INSTITUTO LULA
Lula encontrou Raúl Castro e o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, no dia 19 - FOTO: RICARDO STUCKERT/INSTITUTO LULA
Leitura:

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou, nesta quinta-feira (21), que testou positivo para covid-19 em Cuba, durante uma viagem iniciada em 21 de dezembro, e passou pelo processo de quarentena no país, onde tinha ido para participar das gravações de um documentário sobre a América Latina.

Em nota, a assessoria de Lula informou que o ex-presidente, sua companheira, Janja, e os sete integrantes de sua comitiva foram submetidos a exames de diagnóstico da covid-19 no Brasil, antes de viajar, e na data da chegada a Cuba, 21 de dezembro. O teste de RT-PCR foi repetido no dia 26 de dezembro e apontou positivo para a doença. 

"Todos os nove membros da comitiva, exceto a jornalista Nicole Briones, tiveram diagnóstico positivo ao longo do monitoramento com RT-PCR. Todos permaneceram em isolamento sob vigilância sanitária, de acordo com diagnóstico, respeitando os protocolos do sistema de saúde cubano", diz um trecho da nota.

Segundo a assessoria, Lula decidiu comunicar o caso apenas na chegada ao Brasil, para preservar sua família e dos demais infectados. Ele voltou ao País nessa quarta-feira (20).

O ex-presidente não necessitou de internação, assim como os demais membros da equipe, exceto o escritor Fernando Morais, que permaneceu sob cuidados hospitalares pelo período de 14 dias, por complicações pulmonares. Ao longo do acompanhamento, o ex-presidente foi diagnosticado em tomografia computadorizada com lesões pulmonares compatíveis com broncopneumonia associada à covid-19, "apresentando excelente recuperação", segundo sua equipe.

"Eu e toda minha equipe somos agradecidos à dedicação dos profissionais de saúde e do sistema de saúde pública cubano que estiveram conosco no cuidado diário. Agradeço ao governo de Cuba e a todos que estiveram conosco, de coração. Jamais esqueceremos a solidariedade cubana e o compromisso com a ciência de seus profissionais. Sentimos na pele a importância de um sistema público de saúde que adota um protocolo unificado, inspirado na ciência e nas diretrizes da OMS. E quero estender as minhas saudações a todos os profissionais de saúde que se esforçam para fazer o mesmo aqui no Brasil, apesar da irresponsabilidade do presidente da República e do ministro da Saúde", disse Lula

Comentários

Últimas notícias