Deputada federal

''Meu lado, é o de Lula'', diz Marília Arraes após publicações ligando seu nome a Bolsonaro

Marília já teve atritos com o PT, mas classificou a informação de que foi sondada pela direita como ''sem pé, nem cabeça''

Cássio Oliveira
Cássio Oliveira
Publicado em 15/04/2021 às 15:05
Notícia
Arthur Marrocos/Divulgação
Marília Arraes disse que Lula vai trazer de volta o Brasil como potência mundial, caso seja eleito presidente - FOTO: Arthur Marrocos/Divulgação
Leitura:

A deputada federal Marília Arraes reforçou, nas redes sociais, nesta quinta-feira (15), que estará do lado do ex-presidente Lula (PT) caso ele dispute a eleição de 2022. "Meu lado é de quem acredita na política que transforma a realidade das pessoas, é o lado de quem luta por justiça social, é o lado de Arraes, é o mesmo lado daquele que vai trazer de volta o Brasil como potência mundial. Meu lado, é o de Lula", escreveu a petista.

A publicação de Marília vem logo após ser divulgado em um blog local que ela teria sido sondada para vice de Jair Bolsonaro em 2022. Ela correu para negar a informação e classificar a notícia como "sem pé, nem cabeça".

>> PT do Recife reprova Marília Arraes por falar em diálogo com Bolsonaro se eleita

>> Marília Arraes quer direita e esquerda unidas para ''vencer o PSB'' em Pernambuco

>> Marília Arraes admite 'erro' e pede desculpas por se abster em votação sobre compra de vacinas por empresas

>> ‘Quando não há adaptação, termina havendo um divórcio’, diz Humberto sobre Marília Arraes no PT. Senador não descarta aliança com PSB em 2022

Marília já passou por diversos atritos no Partido dos Trabalhadores. A sigla que rifou a candidatura dela ao Governo do Estado em 2018, em nome de uma aliança com o PSB, em seguida houve resistência interna à candidatura dela à Prefeitura do Recife, em 2020, e neste ano o PT retirou o apoio a deputada, quando ela disputou e venceu a segunda secretaria da Câmara dos Deputados.

Mesmo assim, a notícia de sair do PT para a vice de um candidato de direita surpreendeu a parlamentar. "Ainda teve quem acreditasse nessa notícia. Notícia sem pé, nem cabeça. O povo reconhece quem tem lado e minha trajetória diz qual é o meu", afirmou nas redes sociais. Para dar um tom humorado à publicação, Marília usou um vídeo da blogueira Bianka Nicoli, cantando 'Deus Dará de Volta Tudo Pra Você'. "O inimigo tenta te derrubar, ele não vai conseguir", canta Bianka. "Tá querendo armar para mim espírito do mal? Quer acabar com minha carreira dizendo um negócio desse?", completa a blogueira. No post, uma seguidora ainda disse para a deputada processar por injúria e difamação quem havia divulgado a informação. "Pensamos em tomar medidas sérias, mas virou piada. O povo sabe nosso lado", respondeu Marília.

PT no Recife

Como pré-candidata à Prefeitura do Recife no ano passado, Marília Arraes afirmou que, se eleita, manteria diálogo com o Governo Jair Bolsonaro para atrair recursos para a cidade. Ela, que faz oposição ao presidente, ressaltou, na época, que o interesse da cidade deve ser maior do que a sua divergência política e que vai buscar uma relação “que venha a facilitar” a sua gestão. “Sou oposição ideologicamente, milito num campo totalmente oposto ao do Governo Bolsonaro, discordo de diversas das suas ações, mas minha divergência não pode ser maior do que o interesse do Recife”, explicou em entrevista à TV Nova.

Após a entrevista, o PT no Recife lançou nota criticando a fala da então pré-candidata. "Fazer charme com 'possíveis eleitores' do despreparado presidente é um desrespeito ao 'Fora Bolsonaro' que o PT nacional apoia e milhares de pessoas no Recife e, pelo Brasil afora, gritam todo dia", pontuou a nota do diretório municipal do partido.

Na última semana, mais um desgaste. O senador Humberto Costa (PT-PE) disse que Marília tem uma matriz original de esquerda, mas diferente do PT, e que, quando não há adaptação, “termina havendo um divórcio”. A fala de Humberto foi em entrevista à Rádio Clube de Pernambuco.

Comentários

Últimas notícias