ELEIÇÕES 2022

Bivar diz que partidos que quiserem fundir com PSL enfrentarão entraves

O presidente nacional do PSL voltou a reafirmar que o partido possui pré-candidatura à presidência da República, com a filiação do jornalista José Luiz Datena

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 22/07/2021 às 17:48
Notícia
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Luciano Bivar afirma que mantém um "excelente diálogo com a maioria dos partidos" - FOTO: BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
Leitura:

O presidente nacional do PSL, o deputado federal Luciano Bivar, esclareceu por nota os rumores sobre a possibilidade de a sigla se fundir com outros partidos. Em nota, o dirigente afirma que "mantém excelente diálogo com a maioria dos partidos" e que terá candidatura própria à presidência da República nas eleições de 2022. Por conta desse cenário, Luciano ressalta que seria natural que outras legendas buscassem pautas convergentes com o PSL. 

"O PSL mantém excelente diálogo com a maioria dos partidos. Com a filiação do jornalista José Luiz Datena, nome expressivo na conjuntura política, e agora com sua pré-candidatura à Presidência da República, o PSL já decidiu seu rumo para a eleição de 22 com candidatura própria". afirma Bivar.

"Assim é natural que os demais partidos com pautas convergentes se aproximem para abrirmos essa discusão, porém jamais abriremos mão de nossos ideais liberais, defendidos desde nossa fundação. Qualquer avanço no sentido de fundir-se, por conseguinte, enfrentará esses e outros entraves", complementa. 

De acordo com informações do Portal360, o PSL estaria em negociação com o DEM e o PP. Dessa forma, o novo partido seria o maior do Congresso, com 121 deputados e 15 senadores do chamado bloco do Centrão. A negociação, inclusive, já estaria bastante avançada, com anúncio programado para ocorrer em breve.  A presidência da nova sigla, a partir desta fusão, ficaria  com Luciano Bivar, e a vice-presidência com o atual presidente nacional do DEM, o ex-prefeito ACM Neto. No caso do PP, o presidente Ciro Nogueira ficaria com o cargo de secretário-geral. 


DATENA

O apresentador de TV, José Luiz Datena, se filiou ao PSL no dia 5 de julho e tem sido cotado como um dos candidatos a encabeçar a terceira via para as eleições de 2022, como provável alternativa entre o presidente Jair Bolsonaro - que foi eleito pelo PSL em 2018 e atualmente não tem partido - e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Datena era filiado ao MDB. A filiação ao PSL foi acertada na semana anterior, em um jantar em São Paulo com o presidente do MDB, o deputado federal Baleia Rossi (SP), e o deputado Luciano Bivar. Apesar de contar com o apoio do PSL para se lançar candidato à presidência, o apresentador já havia dito que, na verdade, tem pretensões de concorrer a uma vaga no Senado Federal ou ao governo de São Paulo. 

 

Comentários

Últimas notícias