Novo ministro

Em cerimônia de posse, Ciro Nogueira diz que será "amortecedor" do governo Bolsonaro

Durante o discurso, Ciro destacou que assume a pasta com a missão de preparar o País para as eleições do próximo ano 'da forma certa'

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 04/08/2021 às 19:37
Notícia
Isac Nóbrega/PR
Cerimônia de posse do senador Ciro Nogueira, Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República - FOTO: Isac Nóbrega/PR
Leitura:

O novo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, tomou posse nesta quarta-feira (4) com um discurso de temperança. Ao presidente Jair Bolsonaro, Nogueira disse que gostaria de ser lembrado como um "amortecedor" do governo: equipamento, segundo o novo ministro, capaz de estabilizar, diminuir tensões e "tornar a viagem mais serena e confortável".

"Vamos ajudar o Brasil a dar sinais certos para onde estamos indo, o primeiro deles, não tenho dúvida, é de que a democracia é líquida e certa. Difícil por natureza, mas é a coisa certa", afirmou Nogueira. O novo ministro também ressaltou que em breve o Brasil terá toda a população alvo imunizada contra a covid-19 e com o País pronto para crescer.

Durante o discurso, Ciro destacou que assume a pasta com a missão de preparar o País para as eleições do próximo ano da forma certa, com atenção à economia no prumo, política ajustada e vacinação garantida.

"Estamos cruzando o cabo das tormentas: das tormentas políticas, das tormentas sociais, econômicas e institucionais", declarou. Entre os focos da pasta, Nogueira destacou a ampliação do Bolsa Família, programa de assistência social que o governo estuda aumentar até o fim deste ano do atual benefício médio de R$ 190 para o mínimo de R$ 300 ou R$ 400.

"Existe o Brasil e os problemas que temos de enfrentar: fome e miséria", disse. "Não temos vergonha de falar em desigualdade social, temos vergonha que apesar dos que nos antecederam, ela continue existindo. Por isso, o governo do presidente Jair Bolsonaro lançará um ambicioso e amplo programa social com valores ainda mais altos de seus benefícios", completou o ministro que tomou posse hoje.

Comentários

Últimas notícias