Resposta

"Com a política do jeito que está, só podemos rir ou chorar": humorista que imitou Bolsonaro em jantar se pronuncia sobre vídeo

O humorista é filho o empresário Paulo Marinho, que foi grande investidor da campanha presidencial de Bolsonaro em 2018

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 14/09/2021 às 17:24
Notícia
O empresário Paulinho Marinho e o filho André Marinho estiveram juntos com Jair Bolsonaro na campanha de 2018 FOTO:
Leitura:

O humorista André Marinho se pronunciou após a repercussão do vídeo em que aparece imitando o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), durante um jantar organizado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB). Na ocasião, o filho do político e empresário Paulo Marinho, e apresentador do programa Pânico, da Jovem Pan, satirizou a carta "Declaração à Nação", divulgada pelo presidente após as manifestações do dia 7 de setembro. 

"Alguns bobos da rede estão me chamando de bobo da corte, só porque imitei o seu mito no jantar de ontem. Agradeço a audiência e aproveito para deixar um recado. Com a política do jeito que está, só podemos rir ou chorar. Eu optei por rir. Venham comigo antes que acabem os lenços", publicou André Marinho, no Twitter. 

 

O vídeo veio a tona, nesta terça-feira (14), após a deputada federal e desafeto do presidente Bolsonaro, Joice Hasselmann (PSL-SP), divulgá-lo nas redes sociais. Na legenda, a parlamentar ironiza o presidente, afirmando que ele é o "bobo da corte" e piada em todas as mesas do país. "O PR @jairbolsonaro foi o aperitivo e o prato principal do jantar. E que mesa! O presidente do Brasil é piada em TODAS as mesas no Brasil. É o verdadeiro BOBO DA CORTE. O governo já acabou", escreveu Joice.

“E essa cartinha que eu recebi, é tua?”, pergunta André a Temer, que acena positivamente com a cabeça. “Achei ela meio infantil, meio marica, eu estou achando que foi o Michelzinho que mandou para mim”, disse Marinho, em referência ao filho de 12 anos do ex-presidente.

“Cadê a parte que eu combinei contigo de queimar o STF (Supremo Tribunal Federal)? Cadê a parte que eu combinei de roubar as perucas do [Luiz] Fux [presidente do STF]? Cadê a parte que eu combinei de botar o pau de arara na Praça dos Três Poderes e dar de chicote no lombo de Alexandre de Moraes? Assim não vai dar!”, ironiza o humorista, ao lado do pai.

Comentários

Últimas notícias