ELEIÇÕES 2022

Raquel Lyra tem candidatura oficializada ao Governo de Pernambuco. Saiba como foi convenção

Evento foi realizado no Clube Português, no Recife, e também tornou oficial Priscila Krause (Cidadania) como candidata à vice-governadora e Guilherme Coelho (PSDB) como candidato ao Senado

Cinthya Leite Emannuel Bento
Cadastrado por
Cinthya Leite
Emannuel Bento
Publicado em 30/07/2022 às 14:40 | Atualizado em 30/07/2022 às 19:13
BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Cerca de 8 mil pessoas estavam presentes, de acordo com a comunicação da chapa - FOTO: BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
Leitura:

Uma convenção do PSDB e do Cidadania oficializou Raquel Lyra como candidata ao governo de Pernambuco na manhã deste sábado (30). O evento foi realizado no Clube Português, no Recife, e contou com a presença de políticos e lideranças de diferentes regiões do Estado.

Também se tornaram oficiais Priscila Krause (Cidadania), como candidata à vice-governadora e Guilherme Coelho (PSDB), como candidato ao Senado. Cerca de 8 mil pessoas estavam presentes, de acordo com a comunicação da chapa.

"Tem gente brigando pelo apoio de Lula ou de Bolsonaro. Eu fiz me perguntando onde está o povo de Pernambuco na discussão deles", disse Raquel Lyra, em referência aos outros candidatos. Ela subiu ao palco ao lado do marido, o empresário Fernando Lucena, e dos dois filhos. 

"Vamos devolver Pernambuco para o seu lugar. Esse projeto não foi construído de hoje. A gente não está aqui para um evento de uma linda convenção que se encerra por aqui. Não estamos aqui para passar uma chuva de uma convenção. Estamos aqui porque verdadeiramente acreditamos na politica como melhor forma de mudar a vida das pessoas para melhor."

Durante o seu discurso, Raquel Lyra destacou que foi a primeira mulher eleita prefeita de Caruaru, no Agreste. "Caruaru é meu chão. É onde eu me criei, onde me identifico, tenho minha identidade."

BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM
ELEIÇÕES 2022 Priscila Krause, Raquel Lyra e Gustavo Coelho formam chapa do PSBD/Cidadania - BRUNO CAMPOS/JC IMAGEM

Além das críticas ao PSB, a agora candidata rebateu o que adversários dizem em torno de sua habilidade política. "Se entende que hoje a prioridade não é cuidar do povo, mas somente se manter no poder (...). Dizem que não sei fazer o jogo da política. Quem me conhece de perto sabe que, todos os dias, tenho coragem."

O discurso de Raquel Lyra seguiu a linha dos demais políticos que participaram da convenção. Eles apontaram Danilo Cabral como continuidade do projeto de Paulo Câmara, que tem baixo índice de popularidade, e Marília Arraes como uma política inexperiente no executivo e que se ancora no sobrenome.

Também discursaram para a plateia políticos como o ex-governador João Lyra Neto e Roberto Freire, o ex-senador e presidente nacional do Cidadania, o senador Armando Monteiro e o deputado federal Daniel Coelho.

Entre os pré-candidatos à Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), se destacaram Lucinha Mota, mãe da menina Beatriz Mota, que foi assassinada em Petrolina, e a delegada Patrícia Domingos, candidata à Prefeitura do Recife em 2020.

Na ocasião, o ex-governador e ex-ministro Gustavo Krause, que deixou a vida pública em 1998, ressaltou que o evento não "é apenas uma convenção partidária. É uma celebração a favor da liberdade e da democracia. O que vale a liberdade de hoje se existe alguém passando fome, sem direito a estudar e sem saúde digna?", questionou Gustavo Krause, que é pai de Priscila Krause

Quem é Raquel Lyra, candidata do Governo de Pernambuco

Janaína Pepeu
Raquel Lyra, em Gravatá, com aliados, um dia antes da convenção no Recife - Janaína Pepeu

Primeira mulher eleita prefeita de Caruaru (e logo após reeleita), Raquel Lyra é advogada, formada em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Foi secretária de infância e juventude, e também deputada estadual por dois mandatos.

Foi aprovada em concurso público para delegada da Polícia Federal. Foi concursada também do Banco do Nordeste - ainda durante a faculdade - e da Procuradoria do Estado de Pernambuco. De 2007 a 2010, no primeiro governo Eduardo Campos, foi chefe da Procuradoria de Apoio Jurídico e Legislativo do Governador.

Na Assembleia Legislativa de Pernambuco, foi presidente da Comissão de Justiça, onde utilizou os conhecimentos como advogada e procuradora para liderar esta que é a comissão mais importante da Casa. Raquel deixou a Prefeitura de Caruaru no último mês de abril.

Comentários

Últimas notícias