RECALL DE MARCAS

Camponesa é o leite mais lembrado do JC Recall de Marcas

Em Pernambuco, marca da Embaré tem mais de 66% do mercado. Foco da empresa está na qualidade da matéria prima e na oferta de novos produtos

JC360
Cadastrado por
JC360
Publicado em 07/06/2022 às 13:38
Divulgação/Camponesa
Leite Camponesa é a marca mais lembrada em sua categoria, desbancando o segundo lugar com diferença de mais de 10% - FOTO: Divulgação/Camponesa
Leitura:

Investimentos em tecnologia, marca, comunicação e tantos outros itens têm retorno certo? A pesquisa do JC Recall de Marcas prova que, no caso do leite Camponesa, a resposta é sim - e com folga: a marca foi a mais lembrada em sua categoria, desbancando o segundo lugar com diferença de mais de 10% de citações.

“Para nos mantermos na lembrança dos nossos clientes e competitivos no mercado, todos os nossos esforços são focados na melhoria contínua da experiência do consumidor em todos os pontos de contato”, atesta a gerente de Marketing da Embaré - empresa detentora da marca Camponesa -, Adriana Antunes.

Os números também atestam a participação da Camponesa no mercado. Adriana destaca que, segundo o Instituto AC Nielsen, a Camponesa está entre as três primeiras marcas de leite em pó mais vendidas do Brasil. Em Pernambuco, tem 66,1% de market share. “No interior do estado, essa participação chega a 73,4%; no Recife, 47,2%. Além disso, de acordo com o Ranking de Vendas 2022, realizado pela Revista SuperHiper em parceria com a NielsenIQ e a Abras, a Camponesa está entre as quatro marcas de leite em pó preferidas pelos consumidores no Nordeste do Brasil”, ressalta.

Divulgação/Camponesa
"As adversidades fizeram com que repensássemos pontos estratégicos do negócio e nosso papel dentro do ecossistema", conta a gerente de Marketing da Embaré, Adriana Antunes - Divulgação/Camponesa

Mercado aberto

Os últimos anos, com a pandemia, foram desafiadores para os mercados em todo o mundo - e serviram também como novos balizadores. Houve mudança nos hábitos, tornando os preços nas prateleiras ainda mais importantes para a decisão de compra e os consumidores menos fiéis a marcas.

“Agora, os consumidores pesquisam mais, planejam melhor os gastos, além de estarem mais abertos a experimentar novos produtos e a utilizar novos canais de compra. As adversidades fizeram com que repensássemos pontos estratégicos do negócio e nosso papel dentro do ecossistema”, acrescenta Adriana Antunes.

Outro ponto estratégico que a Embaré visualizou nesse novo mercado é a busca por saudabilidade. “Atentos a essa nova demanda, cada vez mais, estamos desenvolvendo produtos que entregam sabor, nutrição e funcionalidade”, pontua. O Leite com Alto Teor de Proteína e Queijo Muçarela são produtos que fazem parte desse movimento.

Essência Camponesa

São três diretrizes que norteiam o trabalho da Embaré: além de prezar pela qualidade da matéria-prima, investe em tecnologia e na qualificação da mão de obra. “Seguimos trabalhando para superarmos nossos próprios números, para crescer em mercados em que já estamos presentes e conquistar novos territórios”.

Segundo Adriana Antunes, essa base sólida, aliada a uma gestão sustentável, permite que desafios sejam superados e que o crescimento da empresa seja real. “Nosso trabalho gera valor para todo o ecossistema do qual fazemos parte e fortalece a nossa paixão: cultivar o melhor das pessoas por meio da alimentação”.

Comentários

Últimas notícias