Dicas para fazer um delicioso creme de chantilly

MIRELLA MARTINS
MIRELLA MARTINS
Publicado em 11/09/2014 às 16:23
A Sabor de Beijo oferece tortas com chantilly de crocante com morango ou nozes.
A Sabor de Beijo oferece tortas com chantilly de crocante com morango ou nozes.
Leitura:

Branco, cremoso, brilhante. Mesmo sem nenhum outro ingrediente, por si só ele já desperta apetite. O famoso e democrático creme de chantilly é, ainda, ingrediente fundamental de tortas, cupcakes e bolos elaborados. O creme surgiu na França do rei Luís XIV, nas mãos do célebre cozinheiro Fritz-Carl Vatel. O mestre percebeu que o leite de sua região era mais gorduroso e, por esse motivo, propício para ser batido. Adicionando açúcar à nata batida, Vatel obteve um creme vistoso, ao qual acrescentou um leve aroma de baunilha. O doce agradou tanto à corte francesa que os senhores do Castelo de Chantilly deram ao creme o nome de seu castelo. O método de fazer o creme foi repassado oralmente. Da época, restaram esparsos registros.

Se engana, porém, quem acha que sua preparação só é possível pelas mãos de experientes doceiras ou poderosas máquinas industriais. A chef e consultora da Sabor de Beijo, Sofia Mota, dá dicas para quem adora se aventurar na cozinha e deseja aprender a fazer o delicioso ingrediente. Segundo ela, a primeira sugestão é a utilização de creme de leite fresco e gelado, de boa qualidade. “A partir daí é só adicionar açúcar a gosto e bater na batedeira em velocidade média. A quantidade do açúcar não interfere na consistência e depende, realmente, do paladar de cada pessoa”, explica. Ela orienta, ainda, a bater somente enquanto a mistura estiver branca. “Se começar a apresentar um tom amarelado, significa que vai virar manteiga”, afirma. Para quem quer algo mais diferenciado, basta acrescentar alguns ingredientes na mistura.

A Sabor de Beijo oferece tortas com chantilly de crocante com morango ou nozes. A Sabor de Beijo oferece tortas com chantilly de crocante com morango ou nozes.

Últimas notícias