Primeiro dia de Dragão Fashion teve renda, moda masculina e muito P&B

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 08/05/2015 às 13:00
guedes2 FOTO:
Leitura:

Fortaleza (CE) - Entre os desfiles da primeira noite do Dragão Fashion Brasil, quinta (7), sobressaíram os estilistas de casa Almerinda Maria e João Paulo Guedes. Ela, experiente na alta costura, levou à passarela do evento, montada no novíssimo Terminal de Passageiros do Porto de Fortaleza, a coleção Desejos Secretos, em que lança olhar sobre o colonialismo, tema perfeitamente sintonizado ao classicismo que sugere a renda. Elemento em alta nas últimas semanas da moda, a renda de Almerinda é também moderna. Expert no ramo, dominando técnicas conhecidas, como richilieu e renascença, a estilista inovou ao usar jeans tencel - o tencel é uma fibra tirada do eucalipto, que dispensa ao jeans o algodão, deixando o tecido "molinho" - numa técnica chamada de labirinto. As silhuetas apareceram marcadas, desfile todo.

almerinda1

almerinda3almerinda2

João Paulo Guedes, oposto de Almerinda, estreou nas passarelas brasileiras neste evento. Natural de Quixeramobim, Sertão cearense, mora há uns bons anos em Toronto, Canadá, onde vem ganhando projeção. Sua coleção, Gothic Art, foi um oásis na noite - tanto por ser dedicada totalmente aos homens quanto pelas criações com forte pegada urbana e mesmo autoral, mas possível de ser usada e desejada por um homem mais alheio a criações de moda. Ele leva para o guarda-roupa masculina estampas, macacão; jacquard em bermudas, calças e blaser. As estampas, que ele diz serem sua especialidade, foram inspiradas em vitrais de Londres e Nova York, nas suas andanças. Pelo termômetro, agradou a muitos. Foi aplaudido de pé.

guedes2

guedes3guedes1

 

O baiano Aládio Marques, nome incensado e ansiado no casting do DFB, também mostrou coleção interessante. Ficou quase que somente concentrado no preto e no branco - o minimalismo e a sobriedade que têm saltado à vista nas últimas passarelas. Sobreposições de tecidos, cortes precisos sugerindo geometria e modelagens elegantes e provocadoras seduziram. Já do meio para o fim do desfile surgiu um alaranjado trazendo fôlego à coleção. Timing perfeito. A coleção de Marques foi inspirada nas obras concretistas e neoconcretistas do artista plástico Hércules Barsotti. Cruzou a passarela bem corretamente.

aladio1

aladio2

*Repórter viajou a convite da organização.

Últimas notícias