SPFW: Ronaldo Fraga fez espetáculo sobre amor com performances de gênero e poliamor

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 20/10/2015 às 7:55
Ronaldo Fraga

São Paulo Fashion Week - Inverno 2016


foto: Ze Takahashi/ Agência Fotosite
Ronaldo Fraga São Paulo Fashion Week - Inverno 2016 foto: Ze Takahashi/ Agência Fotosite
Leitura:

São Paulo (SP) - No line-up do SPFW, a cada temporada, há sempre uma expectativa alta e positiva sobre Ronaldo Fraga. É puramente arte o que o estilista mineiro constrói na moda. E seus desfiles são espetáculos para além da roupa. Neste Inverno 2016, Fraga parou sua atenção sobre o tema E por falar em amor... Num material belo (de uma atenção!), entregue aos convidados, com ilustrações de amor e poema assinado por ele, a justificativa: "Em tempos de guerra, transgressão maior não há do que falar de amor". A noite foi bonita desde então.

https://instagram.com/p/9CLmr8wk8U/?taken-by=blogsocial1

https://instagram.com/p/9CMuflwk-N/?taken-by=blogsocial1

No telão, um coração deu início ao espetáculo de Ronaldo Fraga. As ilustrações que se seguiram eram lindas ou divertidas, de se perder olhando-as, enquanto os modelos desfilavam. Havia coração sangrando, quando espremido na mão, para mostrar as agruras da paixão; e casais de mulher com mulher, homem com homem, mulher com homem... Uma modelo e um modelo abriram o desfile. Em frente ao pit, onde eles param para ser fotografados, tiraram as roupas e trocaram entre si, numa perspectiva de que seja lançado um olhar novo para questões de gênero. Esse vídeo resume a performance:

https://instagram.com/p/9CPwLHMfUJ/?taken-by=julianaariza

A trilha era outra atração - começou com instrumental de Teresinha, de Chico Buarque (no fundo musical do vídeo acima), e chegou à dramática Olvidame y pega la vuelta, de Pimpinela. No belíssimo livreto de que falei no parágrafo anterior, o estilista explica: "Aqui, o mesmo amor que faz chorar ao som da música de novela se embola ao amor arrebatador de uma sinfonia de Tchaikovsky".

https://www.youtube.com/watch?v=fOHrY0jV6Hg

Atendo-se às roupas, muito romantismo, claro. No look registrado na foto seguinte, palavras em bordado a laser resultaram num vestido-poesia. A coleção começou com branco, passou pelo bege, azul e roxo e terminou num vermelho-paixão, vivo e forte feito sangue. Nas estampas, flores, corações... Um blaser masculino trazia pássaros bordados. As sedas utilizadas foram do Vale da Seda do Brasil, no Paraná, maior produtora do bicho-de-seda. Veja alguns looks:

Ronaldo Fraga - SPFW- Inverno 2016 Fotos: Zé Takahashi/Fotosite

rf

ronaldofraga1

ronaldofraga3

Ronaldo Fraga São Paulo Fashion Week - Inverno 2016 foto: Ze Takahashi/ Agência Fotosite

A beleza das modelos foi assinada por Marcos Costa, na Natura, inspirado na frase "O amor faz a gente enlouquecer", do artista cearense Leonilson - frase também de um pagode bem conhecido do Grupo Raça... O cabelo era desconstruído, com aspecto de amassado, um tanto descuidado, por vezes com arranjos de flores secas, e a pele das modelos parecia natural com vermelhão na boca, numa alusão à pessoa louca de amor.

ronaldofraga_I16_014

Ao final, os modelos deitaram nas seis camas dispostas no meio da passarela. Com quatro, cinco, seis, pessoas, a performance soltou um perfume de poliamor. O público foi convidado a deixar a sala com os modelos intactos nas camas, encaixados deitados. Deu trabalho para a sala ser esvaziada. Havia uma comoção e um encanto naquele espetáculo de Ronaldo Fraga. É de se rever.

https://instagram.com/p/9CjDgpQkxE/?taken-by=blogsocial1

*Repórter viajou a convite do SPFW

Leia também:

Herchcovitch abriu SPFW em desfile na prefeitura com filho e prefeito na primeira fila

Prefeito de São Paulo, Herchcovitch e Lilian Pacce foram ao SPFW de transporte público

Natureza e arquitetura costuram coleção da Animale

"Está passando pelo meio do caminho", diz Paulo Borges sobre os 20 anos do SPFW

Últimas notícias