Polícia francesa prende 16 suspeitos de participar de assalto a Kim Kardashian

Anneliese Pires
Anneliese Pires
Publicado em 09/01/2017 às 16:45
kim-kardashian-vma FOTO:
Leitura:

A polícia francesa prendeu, nesta segunda-feira (09), 16 pessoas acusadas de participação no assalto a Kim Kardashian ocorrido em outubro de 2016, em Paris. Os suspeitos foram detidos em cinco cidades diferentes. Uma amostra de DNA ajudou na localização dos suspeitos. Segundo informações do jornal britânico "Daily Mail", a evidência foi encontrada pela polícia em uma pedaço da fita adesiva usada para amordaçar a estrela, que estava na cidade europeia para companhar a semana de moda.

Ainda segundo a publicação, após três meses de investigações, policiais descobriram que a amostra de DNA correspondia à de um criminoso conhecido por inúmeros outros roubos. O nome desse suspeito, no entanto, ainda não foi divulgado pelas autoridades francesas. No crime, ocorrido em outubro, a socialite foi rendida por dois homens mascarados em seu quarto de hotel de luxo em Paris. Os ladrões teriam levado mais de US$ 5,6 milhões em joias, incluindo um anel de diamante avaliado em US$ 4 milhões. Os suspeitos poderão ficar detidos por 96 horas até que possam ser liberados para responder em liberdade.

Leia também:

Kim Kardashian afirma que quase levou um tiro no assalto em Paris

Últimas notícias