Ex-empresário de Alanis Morissette vai para a prisão após roubar mais de 15 milhões de reais da cantora

MIRELLA MARTINS
MIRELLA MARTINS
Publicado em 04/05/2017 às 11:28
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Leitura:

Jonathan Schwartz, ex-empresário de Alanis Morissette, terá que passar seis anos na prisão, além de três anos de condicional, por ter roubado mais de 15 milhões de reais, da artista, e mais 2 milhões de dólares - cerca de 6 milhões de reais - de outros clientes, para sustentar seu vício em jogos de azar. De acordo com o The Hollywood Reporter, ele terá que restituir um total de 8,6 milhões de dólares - algo em torno de 25,8 milhões de reais - aos envolvidos nos roubos.

Jonathan chegou a chorar durante a condenação. "Eu menti repetidamente para as pessoas mais importantes para mim. Apenas eu sou responsável pela devastação que causei. Independente de quanto tempo passarei na prisão, vou cumprir uma sentença de vergonha por toda a vida", disse.

Últimas notícias