Evandro Santo fala sobre tempos no programa Pânico: "Estava me prostituindo"

Victor Augusto
Victor Augusto
Publicado em 17/05/2018 às 12:35
Evandro Santo (Christian Pior) fala do
Evandro Santo (Christian Pior) fala do "Pânico" no "Programa do Porchat"(Imagem: Reprodução)
Leitura:

Evandro Santo (que faz trabalhos sob a alcunha de Christian Pior) chegou a classificar sua participação no extinto Pânico na Band como "prostituição". Em entrevista concedida ao Programa do Porchat exibido na madrugada desta quinta-feira (17), ele revelou algumas situações pelas quais passou enquanto trabalhava na atração dominical. Recentemente, Evandro foi demitido do Melhor da Tarde, de Cátia Fonseca.

LEIA TAMBÉM: Pabllo Vittar sensualiza na praia e leva seguidores à loucura

"Queriam me colocar em uma matéria de dia das mães. Saí de casa cedo, fui expulso, então não falo com a minha mãe e não queria fazer isso. Daí, recebo uma ligação de Uberaba e me avisam que minha mãe estava em São Paulo. Avisei que não ia fazer isso, porque tenho que resolver isso em privado. Não fui na gravação e minha mãe voltou pra casa dela. Depois disso, eu gravava as matérias e nada ia pro ar. Fui colocado na geladeira, então para voltar sugeri que eles fizessem um quadro procurando o pai que não conheço. Nem assisti a matéria, e percebi ali que estava me prostituindo para conseguir atenção", revelou Evandro Santo.

Saída do "Melhor da Tarde"

Christian Pior ainda aproveitou o momento para falar sobre sua nova fase (pós-demissão): "Fui demitido, chorei dois dias, saí cantando e dublando Madonna, e agora descobri que a vida tá bela. Sempre tive vontade de fazer um programa feminino, à tarde, fazendo bolo de chocolate, entrevistando pessoas, então agarrei minha chance com a Cátia. Não deu muito certo porque tenho um estilo único, algo mais debochado"

Últimas notícias