Veterinária afirma que Marina Ruy Barbosa não adotou gato de O Sétimo Guardião

Victor Augusto
Victor Augusto
Publicado em 14/05/2019 às 13:56
Marina Ruy Barbosa e o gato León chamado, de Lucky fora da novela (Imagem: Reprodução / Instagram)
Marina Ruy Barbosa e o gato León chamado, de Lucky fora da novela (Imagem: Reprodução / Instagram)
Leitura:

Ao contrário do que insinuou Aguinaldo Silva, Marina Ruy Barbosa não deve ficar com o gato Lucky após o fim de O Sétimo Guardião. Em entrevista para o UOL, Patricia Rober, veterinária que cuida do animal, afirmou que não vai separá-lo dos outros três gatos que interpretam León na novela.

LEIA TAMBÉM > Mãe de Ludmilla rebate Val Marchiori: “Até onde vai essa sua coragem?”

"Eu vi que o Aguinaldo postou, mas não sei com qual intuito, se foi uma piada... Porque ele é da polêmica, né? (...) Aquela foto eu que tirei nos bastidores da última gravação, no sábado. Não tem nada disso que ela vai ficar com o gato. Foi só uma foto de bastidor". Ela é sócia da empresa Animais em Cena, a responsável pelos gatos de O Sétimo Guardião.

https://twitter.com/aguinaldaosilva/status/1127334033145384960

Além disso, a veterinária afirmou que os gatos são seus: "Ela [Marina Ruy Barbosa] gosta muito da Lucky e vê que são como meus filhos. Acho que ela não teria nem coragem de me pedir. Os gatos são meus e vivem juntos". Os animais que se dividem na interpretação de León, além de Lucky, são chamados de Pepe, Nix e Peg. Todos são da raça Bombay.

Os gatos, que são dos EUA, foram trazidos ao Brasil pela empresária. As gravações com os animais são comandadas por Patrícia e pelo adestrador Anderson Gonsales.

Últimas notícias