Pela primeira vez, Polícia Federal será comandado por uma mulher em Pernambuco

Anneliese Pires
Anneliese Pires
Publicado em 13/12/2019 às 12:55
Carla Patrícia entre o prefeito Geraldo Julio e o empresário João Carlos Paes Mendonça. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR
Carla Patrícia entre o prefeito Geraldo Julio e o empresário João Carlos Paes Mendonça. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR
Leitura:

A Polícia Federal em Pernambuco tem novo nome no seu comando. E um nome feminino. A delegada Carla Patrícia Cintra Barros da Cunha, tomou posse, nesta sexta-feira (13), como superintendente da instituição, tornando-se a primeira mulher a ocupar o cargo no Estado. Ela assumirá o posto em substituição ao atual superintendente, Carlos Henrique Oliveira de Sousa, que já está chefiando a Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

A cerimônia aconteceu no Tribunal Regional Federal da 5ª Região e foi bastante prestigiada por diversas autoridades. Entre elas o governador Paulo Câmara, o prefeito Geraldo Julio, empresários como João Carlos Paes Mendonça, além de diversos desembargadores, juízes, delegados, policiais federais e rodoviários federais.

O nome de Carla Patrícia foi escolhido por sua atuação dentro da Polícia Federal. Ela começou como estagiária, passando pelo cargo de escrivã, delegada, chefe do Núcleo de Inteligência Policial, entre outros cargos, desde 2000. Em 2017 assumiu, a convite do governador Paulo Câmara, o cargo de Corregedora Geral da Secretária de Defesa Social de Pernambuco, seu último posto.

Presente à cerimônia, o diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo, reforçou a dedicação da nova superintendente à instituição. "Chama atenção, sobretudo a defesa dela da Polícia Federal enquanto instituição importante para o desenvolvimento do País e também o amor que nutre por Pernambuco", falou.

Em seu discurso, Carla Patrícia destacou a missão da PF não apenas no combate ao crime organizado. "Nossa atuação não se restringe à repressão. É nosso dever e responsabilidade, além da manutenção da paz, a relação com o progresso da sociedade e com o desenvolvimento econômico da nação", falou destacando a atuação junto ao agronegócio e ao turismo no Estado. O combate à corrupção também foi um tema destacado em sua fala. "A corrupção transforma a lei em letras mortas e atinge de morte a credibilidade do país".

Sobre o desafio que encara daqui para frente, falou com amor sobre a nova missão; "É um reconhecimento e, sobretudo, uma renovação do compromisso com a minha instituição. Pretende emprenhar esforços na qualidade dos nossos policiais com uma gestão que prima pela técnica mas com preocupação no lado humano na corporação. Será uma gestão de reconhecimento aos que emprenham seus esforços nesse ofício. E também de integração e estreitamento das relações institucionais , sempre em constante diálogo com os outros órgãos das polícias, judiciário, governos e legislativo", detalhou. Carla Patrícia finalizou sua fala reforçando o amor pelo Estado e declamando a música Leão do Norte, de Lenine

Últimas notícias