Marcius Melhem é absolvido de assédio moral e deixa comando humorístico da Globo

Igor Guaraná
Igor Guaraná
Publicado em 06/03/2020 às 22:27
Marcius Melhem é acusado de assédio moral por humoristas. Foto: Divulgação/TV Globo
Marcius Melhem é acusado de assédio moral por humoristas. Foto: Divulgação/TV Globo
Leitura:

Marcius Melhem foi absolvido pelo comitê de ética da Rede Globo após ser acusado de assédio moral e plágio pela atriz Dani Calabresa, em janeiro. Funcionários e ex-funcionários testemunharam sobre o caso e a emissora decidiu informar o resultado da investigação aos envolvidos no início desta semana.

Após o resultado, de acordo com informações do colunista Mauricio Stycer, do UOL, Melhem pediu quatro meses de afastamento para tratar um problema de saúde da filha. Em abril, o humorista viaja para os EUA, onde permanecerá por dois meses. Ainda segundo o jornalista, a confusão aconteceu ainda na concepção do Fora de Hora, humorístico que estreou no início do ano.

LEIA MAIS: No aniversário do Louro José, Ana Maria Braga faz homenagem: “É amor de mãe”

Calabresa queria uma reedição do Furo, programa que ela apresentou com Bento Ribeiro na MTV, entre 2009 e 2012. A opção de revisitar a atração, no entanto, nunca chegou a ser uma opção na Rede Globo. Dani, que foi escalada como apresentadora do projeto ao lado de Paulo Vieira, desistiu do projeto.

Após o afastamento de Marcius, Silvio de Abreu ficará responsável pelo departamento humorístico do canal, acumulando sua função como coordenador de toda a teledramaturgia da Rede Globo. Aos colegas, Melhem revelou que não pretende voltar para o cargo de executivo do canal.

Acusação

Em dezembro, o colunista Leo Dias, também do UOL, afirmou que as atrizes Renata Castro Barbosa, Maria Clara Gueiros e Dani Calabresa teriam denunciado Marcius à direção do canal. Mais tarde, no mesmo dia, Gueiros e Castro desmentiram a suposta denúncia contra o colega de trabalho. Na mesma reportagem, Leo informou que Marcelo Adnet teria testemunhado a favor delas, o que ele negou um dia depois.

Últimas notícias