Três anos depois, Ludmilla segue com processo contra Marcão do Povo por racismo

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 07/03/2020 às 11:16
Ludmilla segue com o processo contra Marcão do Povo desde 2017 (Foto: Reprodução/TV Globo/RecordTV)
Ludmilla segue com o processo contra Marcão do Povo desde 2017 (Foto: Reprodução/TV Globo/RecordTV)
Leitura:

Em 2017, Ludmilla foi chamada, em rede nacional, de "pobre" e "macaca" por Marcão do Povo, até então na RecordTV. Ao vivo no Distrito Federal, o caso ganhou repercussão e rendeu um processo ao apresentador.

LEIA TAMBÉM: Deputado aciona Polícia Federal contra Fátima Bernardes após apresentação de Ludmilla com ‘Verdinha’

No entanto, Marcão do Povo agora é contratado do SBT, e atualmente é um dos âncoras do telejornal 'Primeiro Impacto'. Além do processo de Ludmilla, ele também foi denunciado pelo Ministério Público por injúria racial.

A defesa do apresentador alega que "macaca" equivale à uma expressão regional que significa "inocente", não tendo relação com racismo. No entanto, a cantora não desiste. Em conversa com Leo Dias, Ludmilla afirma que não tem possibilidade de acordo.

"Não vai ter conversa, eu vou até o fim", disse. Ludmilla ainda chegou a trocar os advogados do caso por achar que os trâmites estavam muito lentos. Procurado, o apresentador não respondeu sobre o caso.

Últimas notícias