Mulher toma microfone de repórter da Globo para atacar emissora e apoiar Bolsonaro

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 10/04/2020 às 15:25
Print do momento em que a mulher interrompe o repórter Renato Peters
Print do momento em que a mulher interrompe o repórter Renato Peters
Leitura:

O repórter da Globo em São Paulo Renato Peters estava numa entrada ao vivo para o SP1 (o equivalente ao NE1), à frente de um hospital, quando foi surpreendido por uma mulher, que lhe roubou o microfone. Peters levava informações para o âncora do telejornal, Cesar Tralli, quando a mulher, aos berros, soltou que "a Globo é um lixo e Bolsonaro tem razão".

Prontamente, o link do ao vivo foi encerrado e Cesar Tralli, do estúdio, se desculpou com os telespectadores: "Eu peço desculpas aí a você. Você viu que o Renato Peters estava ao vivo, fazendo explicações importantes sobre uma família que passa apuros aqui em São Paulo. A gente está sempre trazendo os assuntos que interessam para a população de São Paulo, e eu peço desculpas, porque infelizmente atrapalharam uma explicação tão importante".

O repórter, Renato Peters, comentou sobre o episódio no Twitter: "Tá tudo bem aqui. Nenhum arranhão, nem susto. A mulher, que estava com uma criança de cinco anos, só não percebeu que estávamos lá para mostrar que o hospital do bairro dela já está em situação crítica. Mas, nada diante de uma 'gripezinha', né!? No mais, fiquem em casa. Eu sigo na rua para reportar".

Assista ao vídeo do momento:

Últimas notícias