Shakira é investigada por sonegar R$ 90 milhões em impostos na Espanha

Anneliese Pires
Anneliese Pires
Publicado em 09/09/2020 às 17:49
Shakira - Crédito: Divulgação
Shakira - Crédito: Divulgação
Leitura:

De acordo com o jornal El País, Shakira está sendo investigada pelo governo da Espanha, suspeita de ter sonegado cerca de 90 milhões de reais em impostos. A cantora teria 14 empresas fantasmas em paraísos fiscais para driblar as leis espanholas. O assunto se tornou um dos mais comentados no Twitter.

A publicação sugere que, como as empresas não possuem funcionários ou materiais, serviriam de fachada para esconder a fortuna de Shakira em locais como as Ilhas Virgens e as Ilhas Caymã. Shakira chegou a pagar 24 milhões de euros à Espanha, em 2011, quando foi havia a considerada culpada por sonegação. Agora, a investigação foca nos anos 2012, 2013 e 2014. A dívida pelos impostos não pagos é avaliada em 14,5 milhões de euros.

“Fui pego de surpresa”, diz pernambucano que teve seu desenho compartilhado pela cantora Shakira

No ano passado, Shakira testemunhou e alegou que não morava na Espanha. Ela se rotulou como uma "nômade sem raízes" e que não morava em "nenhum lugar em específico", apesar de viver em Barcelona com o marido, Gerard Piqué, desde 2011.

A reportagem também afirmou que o governo de Nassau, nas Bahamas, não cooperou com as investigações. Shakira não se tornou uma residente espanhola até 2014, quando já era mãe de Milan e estava grávida de Sasha. A artista mantinha uma casa em Nassau por 1 milhão de dólares desde 2007 e seria a prova de sua residência permanente no país.

Apesar de Shakira entregar contas de luz e água como prova de que mantinha o lar em Nassau, o ex-empresário de Shakira, Antonio de La Rúa, afirmou que ela não visitou o país entre 2011 e 2014 e que os familiares da colombiana viajavam constantemente para Barcelona

Últimas notícias