Morre o estilista Kenzo Takada, vítima de covid-19, aos 81 anos

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 04/10/2020 às 15:24
O estilista Kenzo Takada - Foto: AFP
O estilista Kenzo Takada - Foto: AFP
Leitura:

O estilista Kenzo Takada, de 81 anos, morreu neste domingo (4), em decorrência de covid-19, doença infecciosa causada pelo coronavírus. O designer de moda, famoso por sua marca homônima, Kenzo, estava internado em hospital de Paris, quando não resistiu.

O perfil da Kenzo, no Instagram, publicou:

UM ODE PARA O NOSSO FUNDADOR
É com imensa tristeza que KENZO soube do falecimento de nosso fundador, Kenzo Takada. Por meio século, o Sr. Takada foi uma personalidade emblemática na indústria da moda - sempre infundindo criatividade e cor ao mundo. Hoje, seu otimismo, gosto pela vida e generosidade continuam sendo os pilares de nossa maison. Ele fará muita falta e sempre será lembrado.

O atual diretor criativo da marca, Felipe Oliveira Baptista, também fez publicação na rede social:

"É com grande tristeza que soube do falecimento do Sr. Kenzo Takada. Sua incrível energia, bondade, talento e sorriso eram contagiantes. Sua alma gêmea viverá para sempre. Descanse em paz Mestre."

Trajetória

Kenzo Takada foi um dos primeiros alunos do sexo masculino a ingressar na Bunka Fashion College, em Tóquio, e também foi o primeiro designer de moda japonês a se estabelecer em Paris - isso em 1964.

Tendo criado sua marca homônima em 1976, Kenzo elaborou em 1983 a primeira coleção masculina. Já em 1988, lançou as primeiras fragrâncias de perfumes, divulgados para mulheres; em 1991 ampliou o leque com fragrâncias para homens.

Em 1993, Kenzo vendeu sua marca para o conglomerado de moda de luxo LVMH, o mesmo que detém as marcas Louis Vuitton e Dior. E em 1999 anunciou a sua aposentadoria.

LEIA TAMBÉM:

Morre o pesquisador musical Zuza Homem de Mello, aos 87 anos

Últimas notícias