Morre Conchata Ferrell, atriz da série "Two and a Half Men"

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 13/10/2020 às 20:12
Conchata Ferrell como a governanta Berta, em
Conchata Ferrell como a governanta Berta, em "Two and a Half Men" - Foto: reprodução
Leitura:

A atriz Conchata Ferrell faleceu, aos 77 anos, devido a complicações após uma parada cardíaca. Aqui, no Brasil, mais conhecida pela sua personagem na série "Two and a Half Men", a governanta Berta, Conchata estava internada desde julho e morreu nesta segunda (12), na companhia da família, num hospital na Califórnia.

"Ela era uma linda humana", disse Jon Cryer, ator de "Two and a Half Men", no Twitter. "O exterior rude de Berta foi uma invenção dos roteiristas. O calor e a vulnerabilidade de Chatty eram seus verdadeiros pontos fortes. Estou chorando pela mulher de que vou sentir falta e pela alegria que ela trouxe a tantas pessoas", completou, citando o apelido de Conchata Ferrell.

Carreira

Conchata Ferrell começou a carreira em peças da trupe Circle Repertory Company, no circuito off-off-Broadway, no começo dos anos 1970. Por seu papel de Gertrude Blum na peça "The Sea Horse", venceu três prêmios de prestígio: Drama Desk, Theatre World e Obie Awards, como Melhor Atriz. Já em 1975, estreou na TV. Por seu trabalho na série "L.A. Law" (1988-1992) foi indicada ao Emmy de Melhor Atriz Coadjuvante.

Já no cinema, ela estreou em 1979, em "Heartland", filme do diretor Richard Pearce, que venceu o Urso de Ouro no Festival de Berlim. Também atuou em dois filmes estrelados por Julia Roberts - a comédia romântica "Três Mulheres, Três Amores" (1988) e "Erin Brockovich" (2000) -, além de "Edward Mãos de Tesoura" (1990), "Amor à Queima Roupa" (1993), "Entre o Céu e a Terra" (1993), "Freeway - Sem Saída" (1996), "Meus Queridos Presidentes" (1996), "K-Pax: O Caminho da Luz" (2001) e "A Herança de Mr. Deeds" (2002).

Últimas notícias