Ludmilla fala sobre fim da transição capilar: “A caminhada até aqui foi bem desafiadora"

Anneliese Pires
Anneliese Pires
Publicado em 04/11/2020 às 15:13
Ludmilla já mostrou os fios naturais (Foto: Reprodução/Instagram)
Ludmilla já mostrou os fios naturais (Foto: Reprodução/Instagram)
Leitura:

Ludmilla publicou um vídeo nas redes sociais exibindo seus cabelos naturais ao lado da mulher, Brunna Gonçalves. A cantora, que passou por um longo período de transição capilar, revelou, em entrevista à Quem, que saber que serve como inspiração para outras meninas lhe dá ainda mais força para exibir o seu cabelo como ele é.

Ludmilla é a nova jurada do ‘The Voice’

“Me sinto muito orgulhosa. Fico bastante feliz de saber que posso inspirar a liberdade de outras meninas, assim como sei que posso dar força a outras pessoas. A caminhada até aqui foi bem desafiadora, então quando percebo que posso inspirar alguém, isso me dá mais fôlego para continuar e também uma sensação de gratidão, de que estou fazendo as coisas de maneira correta e com muita verdade”, falou.

Bruna Marquezine está de cabelo curto após transição capilar: “Quero acabar logo”

“A representatividade é muito importante para as pessoas se sentirem acolhidas e, principalmente, para ajudar na criação da identidade de cada um. Para mim é fundamental em muitos sentidos já que sou mulher, preta, funkeira e faço parte do grupo LGBTQIA+”, completou Lud.

A cantora ainda revelou como foi o processo de mostrar pela primeira vez, depois de muito tempo, o seu cabelo natural ao público. “Foi por conta de uma ação realizada um tempo atrás em conjunto [com uma marca de cosméticos] que mostrei para o mundo o meu cabelo como é. Mas confesso que foi bem desafiador. Há tempos não via a textura natural dele e poder dar esse descanso e respiro para meus fios foi demais. Com a transição capilar mostrei para todos como é o meu cabelo natural.”

“Naquele momento, percebi que as pessoas me viram de uma outra forma, uma coisa mais pessoal, humana mesmo. Antes era uma concepção mais fã e ídolo. Quando revelei como eu era e entendi que posso fazer o que quero com meu cabelo, vi que posso inspirar. Foi libertador“, finalizou a artista. 

Últimas notícias