Sílvio de Abreu deixa a TV Globo, após 42 anos; José Luiz Villamarim assumirá Dramaturgia

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 27/11/2020 às 16:56
Sílvio de Abreu; José Luiz Villamarim - Fotos: reprodução
Sílvio de Abreu; José Luiz Villamarim - Fotos: reprodução
Leitura:

O autor de novelas Sílvio de Abreu, que desde 2014 estava à frente da Direção de Dramaturgia da TV Globo, deixará a emissora após uma reformulação interna. A partir de 1º de dezembro, o diretor José Luiz Villamarim ocupará o cargo. Sílvio se despede da empresa em março, quando encerrará seu contrato.

A mudança é orquestrada pelo novo diretor de Entretenimento da Globo, Ricardo Waddington, que substitui Carlos Henrique Schroder.

José Luiz Villamarim, que vai assumir a Direção de Dramaturgia, é um diretor conhecido por produções de sucesso de público e crítica, como as novelas "Avenida Brasil" e "Amor de Mãe"; as séries "O Canto da Sereia", "Amores Roubados" e "Justiça", além das superséries "O Rebu" e "Onde Nascem os Fortes".

Sílvio de Abreu está na TV Globo desde 1978, quando estreou como ator. Seus principais trabalhos, no entanto, são como autor. São dele as novelas "Guerra dos Sexos", "Cambalacho", "Sassaricando", "Rainha da Sucata", "Deus nos Acuda", "A Próxima Vítima", "Torre de Babel", "Belíssima" e "Passione". Também atuou como supervisor de texto de várias novelas.

"Desde o convite para assumir a dramaturgia em 2014, Silvio foi sempre generoso. Entendeu a necessidade de um novo processo com os autores e trabalhou duramente em cada sinopse, em cada capítulo, em cada texto. Discutiu com cada autor o melhor rumo para aquela obra e, no ar, vimos coisas lindas, o tempo todo. Sílvio foi um gigante. Percebeu a necessidade de ampliar o grupo de autores, e revelou duas dezenas de novos profissionais em séries e novelas", disse Carlos Henrique Schroder.

Últimas notícias