Repórter se emociona durante ao vivo sobre vítimas de acidente em SP: "É difícil ter o que falar"

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 30/11/2020 às 15:47
Esdras Pereira durante ao vivo no
Esdras Pereira durante ao vivo no "Bom Dia SP" - Foto: reprodução
Leitura:

O repórter da TV Globo Esdras Pereira se emocionou durante uma entrada ao vivo no "Bom dia SP", telejornal comandado por Rodrigo Bocardi. Ele cobre os desdobramentos de um acidente de ônibus ocorrido em Taguaí, no interior de São Paulo, que deixou 42 vítimas. Esdras Pereira disse que a equipe está "vivendo dias de muita dificuldade na cobertura" e que, pela proporção do acidente, a cidade - de cerca de 15 mil habitantes - tem comparado a tragédia à da Chapecoense, em 2016, que deixou 71 mortos.

"É muito difícil ter o que falar, Rodrigo, porque a gente acaba também se emocionando. A gente está aqui e é difícil, viu?", falou o repórter Esdras Pereira já com a voz embargada. Rodrigo Bocardi, então, assume, enquanto que se ouve os soluços do repórter. "A gente sabe o quanto não é fácil para as pessoas, familiares, parentes; o quanto é difícil para quem está na cobertura. O que a gente deseja é força pra todo mundo, pra superar esse momento", diz Bocardi.

Assista à reportagem:

Outra repórter já havia se emocionado ao vivo na cobertura desta tragédia

Na quinta-feira (26), a repórter da TV Globo Nathália Silva, também numa entrada ao vivo no "Bom Dia SP" com Rodrigo Bocardi, ficou emocionada ao relatar a tragédia no interior de São Paulo. "O clima é de muita tristeza. Todo mundo consternado. A cidade nunca passou por isso antes, a maior tragédia do interior de São Paulo. O município nunca passou por isso antes, nunca perdeu tantas pessoas num só dia", concluiu ela, com a voz embargada.

Assista:

Últimas notícias