Eduardo Paes descarta possibilidade de carnaval em julho no Rio de Janeiro

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 21/01/2021 às 18:43
Eduardo Paes no Carnaval do Rio de Janeiro (Imagem: Reprodução)
Eduardo Paes no Carnaval do Rio de Janeiro (Imagem: Reprodução)
Leitura:

As cores, danças e batuques não desfilarão pelo Rio de Janeiro no meio do ano, período imaginado por alguns como possível época de carnaval na capital carioca. O anúncio foi feito pelo prefeito da cidade, Eduardo Paes (DEM). Ele afirmou que, em 2022, após a vacinação, teremos o retorno da festa.

LEIA TAMBÉM > Vacinada, Solange Couto rebate críticas: “Não tomei a frente de ninguém”

"Nunca escondi minha paixão pelo carnaval e a visão clara que tenho da importância econômica dessa manifestação cultural para nossa cidade. No entanto, me parece sem qualquer sentido imaginar a essa altura que teremos condições de realizar o carnaval em julho", anunciou Eduardo Paes.

Em texto publicado no Twitter, Eduardo Paes completa: "Essa celebração exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba. Algo impossível de se fazer nesse momento. Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021".

O Carnaval deste ano iria acontecer entre 13 a 16 de fevereiro, mas a pandemia do coronavírus impede a realização da festa. Quando os desfiles das escolas na Sapucaí e dos blocos foram suspensos, falava-se na possibilidade de serem realizados em julho.

Esse planejamento, porém, era condicionado à efetividade da campanha de imunização contra a Covid-19. A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) comentou a decisão do prefeito e demonstrou "apoio e compreensão à referida decisão, tendo em vista o aumento geral dos casos de Covid-19 e o atual momento relacionado às incertezas quanto aos prazos de vacinação e imunização da nossa população".

Últimas notícias