Juliette, do BBB21, já venceu processo contra Google por fotos em perfil de prostituição

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 10/02/2021 às 8:27
Juliette Freire é uma das favoritas do público, mas não da casa (Foto: Reprodução/Instagram)
Juliette Freire é uma das favoritas do público, mas não da casa (Foto: Reprodução/Instagram)
Leitura:

Antes de entrar no Big Brother Brasil, a advogada Juliette Freire já precisou lidar com a exposição na web. Até então anônima, a paraibana processou o Google e ganhou uma indenização de R$ 15 mil.

LEIA TAMBÉM: Arcrebiano é eliminado do “BBB 21”; pernambucano Gilberto e paraibana Juliette ficam e são os favoritos

De acordo com o UOL, Juliette enfrentou um problema com a rede social Orkut, onde ela teve o seu perfil hackeado. Suas fotos e informações pessoais foram usadas como se fosse uma garota de programa.

E o processo foi demorado: ao todo, foram 6 anos na Justiça, e tudo começou quando Juliette tinha 19 anos. A conta foi hackeada em novembro de 2008, quando sua senha foi alterada. Os amigos então lhe avisaram que o perfil agora se passava por uma prostituta.

Em entrevista ao Jornal Extra, a amiga e administradora das redes de Juliette, Déborah Vidjinsky, confirmou a história. "Ela tentou muito que essa página fosse tirada do ar; principalmente por se tratar de uma cidade como Campina Grande. Para ela foi muito difícil, porque, por mais que ela soubesse que não era aquilo ali (…), isso deixa uma marca."

Assim, Juliette entrou em contato com o Google, o responsável pela rede social, para que a conta fosse excluída. A primeira resposta, contudo, foi pela permanência do perfil por estar "de acordo com as políticas do Orkut". Apenas em dezembro o perfil fake foi excluído da rede social.

Processo

Foi a partir de janeiro de 2009 que Juliette decidiu processar o Google. Em 2013, a sentença foi divulgada e a advogada deveria receber R$ 15 mil por danos morais. O Google chegou a recorrer, mas não obteve sucesso. Atualmente, o caso não cabe mais recursos, e a paraibana já recebeu o valor determinado.

LEIA TAMBÉM: BBB 21: Nas rede sociais, Juliette cresce enquanto Karol Conká encolhe

"Ela guardou esse dinheiro. Como é autônoma, o dinheiro serviu para ela ir vivendo mesmo", garantiu Déborah.

Sobre os autores do perfil, a administradora revela que Juliette descobriu os responsáveis; mesmo não tendo como provar. "Juliette era mais gordinha na adolescência e isso a fazia sofrer bullying, rejeição de alguns meninos. Ela carrega muitas cicatrizes dessa época."

Últimas notícias