Antes do BBB21, Juliette Freire viveu do auxílio emergencial do governo

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 08/03/2021 às 8:26
Juliette é advogada e maquiadora (Foto: Reprodução/TV Globo)
Juliette é advogada e maquiadora (Foto: Reprodução/TV Globo)
Leitura:

Sem trabalho durante o pico da pandemia de coronavírus, Juliette Freire foi um dos brasileiros que recorreu ao auxílio emergencial. Além de advogada, a paraibana também é maquiadora, e chegou a montar um estúdio com três amigas. Contudo, por conta do vírus, o espaço não teve oportunidade de continuar.

LEIA TAMBÉM: Juliette, do BBB21, já tentou ser cantora gospel, mas desistiu por falta de dinheiro

Até então, essa era a única remuneração de Juliette, que recebeu a última parcela do auxílio pouco antes de ingressar no BBB21. "Todas pagavam uma parte das despesas. Com a pandemia, a gente ficou sem atender. Além dos decretos de fechamento, as festas pararam de acontecer", detalha Deborah Vidjinsky, amiga da sister.

Por conta das mudanças, Juliette precisou voltar para a casa da mãe, em Campina Grande, e solicitar o auxílio. "Nem a feira estava conseguindo fazer e teve que recorrer a empréstimo das amigas", continuou Deborah.

LEIA TAMBÉM: Senado aprova em primeiro turno PEC que viabiliza retomada do auxílio emergencial

Últimas notícias