Leandro Hassum é processado por xingar gêmeas que "furaram" a fila da vacina contra Covid

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 29/03/2021 às 7:52
Leandro Hassum está sendo processado pelas gêmeas Isabelle e Gabrielle Lins (Foto: Reprodução/TV Globo)
Leandro Hassum está sendo processado pelas gêmeas Isabelle e Gabrielle Lins (Foto: Reprodução/TV Globo)
Leitura:

De acordo com o Notícias da TV, as irmãs Gabrielle e Isabelle Lins processam o humorista Leandro Hassum. O motivo foram as falas do ator durante o programa 'Encontro', da Globo, onde ele as chamou de "burras" em rede nacional. As gêmeas, em janeiro, foram acusadas de furar a fila da vacina contra a Covid-19 em Manaus, no Amazonas.

LEIA TAMBÉM: Ivete Sangalo rebate cobrança do secretário de Saúde da Bahia: “Não me faça ensinar o seu trabalho”

Isabelle e Gabrielle pedem R$ 100 mil de indenização por danos morais. No episódio, Leandro Hassum fez piada das jovens, de 24 anos, por serem vacinadas em um período que só profissionais da saúde recebiam a imunização.

Em Manaus, Isabelle e Gabrielle receberam - um dia antes do início da vacinação - cargos na secretaria de Saúde. Sem sequer completarem um mês no cargo, as gêmeas pediram a exoneração após receberem a segunda dose.

Questionado no 'Encontro' sobre a sua opinião no assunto, Leandro Hassum disparou. "Quando eu vejo que posta, eu já acho burra. Primeira coisa que me vem é: burra. Burra, né, amor? Na boa, quer fazer besteira, por que posta? 'Olha eu fazendo besteira aqui, gente'. Acho um absurdo fátima."

Cada irmã exige R$ 50 mil de indenização, além de uma retratação por parte do artista. A defesa de Isabelle e Gabrielle argumenta que as duas são médicas.

LEIA TAMBÉM: Ludmilla perde processo de injúria racional para Val Marchiori

Últimas notícias