"Me enganaram": Isabelle Drummond revela que primeiro beijo na TV não foi combinado

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 23/04/2021 às 15:48
Isabelle Drummond (Imagem: Reprodução)
Isabelle Drummond (Imagem: Reprodução)
Leitura:

Em entrevista concedida ao canal no YouTube de Thais Fersoza, Isabelle Drummond revela não guardar boas lembranças do seu primeiro beijo na TV. A atriz diz ter sido enganada pelo diretor da produção, sem citar nomes, responsável por esconder dela a cena de beijo.

LEIA TAMBÉM
> Rafael Nadal manda vídeo para Davi Lucca após pedido de Neymar; filho do jogador se emociona
> “Giletada nele”: Suzanna Freitas raspa o buço com lâmina

"Foi uma coisa 'complicadérrima' para mim. Eu sempre fui preservada e sempre me preservei muito. O primeiro beijo foi bem novinha, acho que com 9 anos. E eles me enganaram, o diretor me enganou. Disse que não ia ter. Ele combinou com o ator. Quando eu estava de olhos fechados, porque era uma cena de atropelamento, ele foi e me deu um beijo. É para pensar hoje. Já fiz tantas cenas de romance. Um selinho, né? Uma coisa que a gente faz com naturalidade, mas obviamente com muito respeito, muita técnica, muito profissionalismo", compartilhou a atriz no vídeo.

Apesar de não citar nomes, a atriz deu a entender que nunca teve problemas com a produção do Sítio do picapau amarelo, seu primeiro trabalho na TV, e elogiou bastante a equipe do programa da TV Globo.

"É uma coisa que a gente tem um certo costume de exercer no ofício. Então, quando isso aconteceu, para mim foi quase como se a pessoa estivesse me invadindo, porque não foi combinado comigo. Essas coisas acontecem no processo de criação artística. De algumas eu não sou a favor, porque acho que podem ser muito traumáticas", completou.

A atriz diz que preza muito pelo bem estar dentro e fora do set de filmagens: "Converso muito com diretores e preparadores. A gente tem que entender que existem início, meio e fim. Tem que ter um processo saudável para a alma. Porque, depois que acabou, todo mundo dá beijo e tchau, a gente sai dali e quem vai estar conosco, além de Deus? Tem que ter profissionalmente um acompanhamento para que aquilo ali seja bem concluído, tanto no ambiente profissional quanto no nosso ambiente emocional, que é interno".

Últimas notícias