Kelly Key desabafa sobre preconceito com psoríase: "Acham que é contagioso"

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 27/04/2021 às 19:08
Kelly Key (Imagem: Reprodução/Instagram)
Kelly Key (Imagem: Reprodução/Instagram)
Leitura:

Kelly Key abriu o jogo sobre seus dramas envolvendo a psoríase (entenda a doença abaixo) e comentou sobre o processo de descoberta e tratamento do problema, que afeta cerca de 1 a 3% da população mundial, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia. Em vídeo publicado nesta terça (27) no seu canal no Youtube, ela revelou que sofre preconceito por causa da doença.

LEI ATAMBÉM
> BBB 21: Em disputa acirrada, enquete aponta Camilla de Lucas eliminada
> ‘Power couple’: Saiba tudo sobre a nova temporada do reality show

"A psoríase me levou às outras descobertas. Meu caso agravou, as lesões ficaram muito maiores. Como elas foram aumentando ao longo desse processo, isso chamou nossa atenção. No início, eu já tinha uma dermatite seborreica na cabeça. Alguns fatores de estresse aumentavam. Foi uma surpresa ainda por cima a psoríase ter agravado tanto. A partir dela a gente descobriu intolerância ao glúten, à lactose e a outros alimentos porque eles acabaram potencializando essa minha inflamação sistêmica", comentou Kelly Key.

A psoríase é uma doença crônica e inflamatória, cuja principal manifestação dá-se por lesões cutâneas, que surgem como placas avermelhadas com descamação, que podem surgir em qualquer parte do corpo, sendo mais comum no couro cabeludo, cotovelos e joelhos.

Ainda no vídeo, Kelly Key desabafou: "Quem passa pelo mesmo que eu sabe que é desesperador. A psoríase é desmotivante, leva a gente para lugares muito chatos e perigosos da gente ficar, como depressão. A gente sofre o preconceito das pessoas também porque acham que é contagioso".

Últimas notícias