Vídeo: Gusttavo Lima, Ludmilla e mais artistas cantam para 500 pessoas em evento

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 16/05/2021 às 14:46
Gusttavo Lima, junto com outros artistas, canta para 500 pessoas no Copacabana Palace (Imagem: Reprodução)
Gusttavo Lima, junto com outros artistas, canta para 500 pessoas no Copacabana Palace (Imagem: Reprodução)
Leitura:

Enquanto o Brasil amarga mais de 430 mil mortes por Covid e alta na taxa de contágio, Ludmilla, Gusttavo Lima, Alexandre Pires, Mumuzinho e Dudu Nobre se apresentaram para mais de 500 pessoas no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Os shows foram realizados na última sexta-feira (14) em comemoração ao aniversário do bicheiro Adilson Coutinho de Oliveira, segundo o portal Metrópoles.

LEIA TAMBÉM
> Fátima Bernardes comemora vacinação do filho, que mora na França; veja fotos
> Juliette e Selton Mello trocam elogios e fãs torcem por romance

Segundo a publicação, convidados tentaram evitar suspeitas de aglomeração entrando pela porta de trás do local, mas acabou sendo feita uma fila na rua. Agentes da Secretaria de Ordem Pública do Rio de Janeiro (Seop) visitaram o local às 22h, mas não encontraram irregularidades. Após as saídas dos representantes do órgão, porém, a pista de dança teria sido aberta e as máscaras deixaram de ser usadas.

O Copacabana Palace informou que 500 é o número correspondente a 40% da capacidade do local. O estabelecimento, porém, foi multado em cerca de R$ 15 mil e interditado para eventos por 10 dias.

"Nas referidas imagens, foi constatada aglomeração generalizada em frente a apresentação musical, caracterizando pista de dança. Os convidados não usavam máscara facial e não respeitavam o distanciamento mínimo de 1,5 m entre os participantes. Na entrada do estabelecimento, as imagens também evidenciaram aglomeração em fila de espera e acesso desordenado ao local", diz nota da Prefeitura do Rio.

Gusttavo Lima alega ao site Hugo Gloss ter realizado o show dentro das normas de segurança. Segundo comunicado da assessoria de Dudu Nobre, todos os convidados foram testados. Os testes, porém, não apontam infecções do vírus caso ele tenha sido contraído em até três dias antes do teste.

Nas redes sociais, o público criticou fortemente os músicos que se apresentaram no local, principalmente aqueles que se revoltaram com a morte de Paulo Gustavo.

Últimas notícias