Kajuru quer Mick Jagger como testemunha no processo que Luciana Gimenez move contra ele

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 18/05/2021 às 19:40
Jorge Kajuru; Luciana Gimenez; Mick Jagger - Fotos: reprodução
Jorge Kajuru; Luciana Gimenez; Mick Jagger - Fotos: reprodução
Leitura:

O senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que ofendeu Luciana Gimenez ao chamá-la de "mulher de programa" e "mulher desqualificada", apresentou à Justiça a sua defesa, nesta terça-feira (18), ao processo que a apresentadora move contra ele, após o insulto.

Os advogados de Jorge Kajuru, no entanto, pediram algo um tanto esdrúxulo: que a Justiça arrole como testemunhas suas o líder da banda Rolling Stones Mick Jagger, além da modelo Jerry Hall, ex-mulher do astro do rock, e ainda o músico Keith Richards, também da Rolling Stones. Kajuru argumenta que os três embasariam as afirmações que fez. A informação é do portal iG.

Como se sabe, Luciana Gimenez se envolveu com Mick Jagger numa vinda da Rolling Stones ao Brasil, quando ela ficou grávida de Lucas Jagger, hoje com 22 anos.

LEIA TAMBÉM

"Não aguentou se pendurar", diz mulher que estava com MC Kevin na varanda do hotel de onde ele caiu

Enquanto Juliette diz que está pensando se participa do clipe de Luan Santana, empresário já deu um não, diz colunista

Mary Sheyla é internada com Covid-19 após dar à luz sua segunda filha

Entenda o caso

Em entrevista no programa de Antonia Fontenelle no YouTube, "Na Lata", Kajuru chamou Luciana Gimenez de "mulher de programa" e de "mulher desqualificada". Disse, ainda, que ela "virou o que virou por 30 segundos com o Mick Jagger".

À época do insulto, Luciana Gimenez publicou uma carta. "Todos os dias, mulheres são atacadas fisicamente e psicologicamente por homens machistas e misóginos. E a forma que esse tipo de pessoa sorrateira usa para atingir e calar uma mulher é através de sua honra, sua estabilidade psíquica ou sua integridade física", diz o início do texto.

A apresentadora recorreu à Justiça, onde pede reparação por danos morais no valor de R$ 40 mil. Também conseguiu proibir Antonia Fontenelle de falar seu nome.

O apresentador e vice-presidente da Rede TV! Marcelo de Carvalho, com quem Luciana Gimenez foi casada, demonstrou apoio à apresentadora diante do ataque machista feito a ela pelo senador Jorge Kajuru. "Minha solidariedade a Luciana Gimenez, como mulher e mãe de dois meninos doces e espetaculares, meu filho Lorenzo e seu filho Lucas com Mick Jagger, com quem, testemunhei por longos anos proximamente, mantém a melhor e mais respeitosa relação", escreveu Carvalho no Twitter.

Últimas notícias