Após receber vacina contra Covid-19, Kelly Key cita doença autoimune e uso de imunossupressor

Augusto Tenório
Augusto Tenório
Publicado em 24/05/2021 às 14:16
Kelly Key foi vacinada contra a Covid-19 aos 38 anos (Imagem: Reprodução)
Kelly Key foi vacinada contra a Covid-19 aos 38 anos (Imagem: Reprodução)
Leitura:

Kelly Key celebrou sua imunização contra a Covid-19 nesta segunda-feira (24). Através de rede social, a cantora de 38 anos falou sobre sua doença autoimune e o uso de imunossupressores, o que a coloca no grupo de brasileiros com comorbidades, parcela preferencial no plano de imunização nacional.

"Hoje foi meu dia! Gratidão. Tenho doença autoimune, 38 anos, faço o uso de imunossupressor e por isso faço parte do grupo de comorbidade. Recebi a primeira dose da vacina e junto com ela uma dose de esperança! Eu desejo que outras pessoas também possam sentir essa esperança que só é possível com a vacina", comentou Kelly Key na legenda do vídeo no qual aparece recebendo sua dose da vacina.

LEIA TAMBÉM
> MC Guimê comete gafe ao vivo na Globo
> Datena é condenado a pagar R$ 50 mil a Xuxa Meneghel após chamá-la de “garota de programa”

Recentemente, a cantora abriu o jogo sobre seus dramas envolvendo a psoríase, doença autoimune, e comentou sobre o processo de descoberta e tratamento do problema, que afeta cerca de 1 a 3% da população mundial, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Em vídeo publicado nesta terça (27) no seu canal no Youtube, ela revelou que sofre preconceito por causa da doença.

"Estava muito ansiosa para o dia de hoje... Ainda falta a próxima dose e, para quem já tomou as duas, é muito importante lembrarmos que mesmo vacinados, devemos manter as mesmas regras de proteção... Uso de máscaras, lavar as mãos e usar álcool em gel", escreveu Kelly Key.

Ainda na publicação, ela fala sobre a importância da vacinação para a superação da crise sanitária, social e econômina: "Desejo vacina para todos! Precisamos dela para resistir, reconstruir esse país, frear essa tragédia e espantarmos de vez o coronavírus de nossas vidas".

Últimas notícias