Ícaro Silva faz crítica ao posicionamento de Juliana Paes

Priscilla Comoti
Priscilla Comoti
Publicado em 03/06/2021 às 22:09 | Atualizado em 31/12/1969 às 21:00
Ícaro Silva - Crédito: Reprodução / Instagram
Ícaro Silva - Crédito: Reprodução / Instagram
Leitura:

O ator Ícaro Silva compartilhou um comentário forte sobre o depoimento dado por Juliana Paes nas redes sociais. Nesta semana, ela fez um vídeo sobre o seu posicionamento político, se defendeu das acusações de conivência com o cenário político e declarou que não é bolsominion. Porém, o discurso dela gerou a resposta de Ícaro Silva, que discordou do posicionamento da colega.

Assim, nesta

quinta-feira, 03/06, o ator divulgou sua resposta para a atriz. No

começo, ele disse que admira a carreira de Juliana Paes, mas não

concorda com o posicionamento dela.

Ju, acho que é simples. Você é inteligente, talentosa, carismática, amada, icônica, belíssima. Mas seu pensamento não ultrapassa a bolha da classe alta; não ultrapassa o cercado de privilégios que seu talento te permitiu alcançar. Seu posicionamento é de quem não sabe o que é fome, de quem não entende o que é miséria. Dá pra entender o que você está dizendo, aqui do meu cercadinho de jovem ator morando na Barra da Tijuca. Mas é como se você estivesse falando de uma pequena ilha de tesouros para um continente cheio de gente à beira da morte”, disse ele.

LEIA TAMBÉM: Leticia Sabatella responde vídeo de Juliana Paes e a convida para “conversa fraterna”

Então, ele continuou: “Não dá para opor 'arrogância extrema' a 'delírios comunistas', justamente por não sermos binários. O que dá para opor é morte e vida. E a gente sabe quem está do lado da morte. Isso está dado, não é mistério. De todas as suas qualidades bárbaras, talvez te falte a empatia. Ou talvez um senso de antropologia. Porque você fala de um lugar de muita inteligência, mas pouco conhecimento. E esse não é um país de pessoas inteligentes (vide a eleição de 2018)”.

Recado para a atriz

Por fim, Ícaro Silva deu um conselho para Juliana Paes. “Eu te sugeriria, porque adoro você, o exercício de mergulhar em realidades que você nem sonha que existe. E não estou falando da mulher gata do traficante em uma favela pop do Rio de Janeiro. Estou falando dos indígenas que estão sendo massacrados agora. Acredite, isso não é um delírio comunista. Sua graça e seu talento te levaram a um posto de muito poder. E isso é responsabilidade. Sim, Ju, é f*da. Mas você também é responsável pelo Brasil. E o Brasil não é uma bolha; é uma poça de lama”, finalizou.

Últimas notícias