Príncipe Harry diz que usou bebida e drogas, mas Meghan Markle e casamento ajudaram na recuperação

Romero Rafael
Romero Rafael
Publicado em 06/06/2021 às 14:52
Harry - Foto: reprodução
Harry - Foto: reprodução
Leitura:

O nascimento do segundo filho do príncipe Harry marca uma guinada na vida do filho da princesa Diana. Quem viu Harry há algumas décadas, não poderia imaginar que ele se tornaria esse respeitável pai de família.

LEIA TAMBÉM
Saiba o que pode estar por trás do nome da filha de Meghan Markle e príncipe Harry

A história de Harry é marcada pela tragédia e por desafios pessoais. O príncipe disse que bebia muito, usava drogas e teve ataques de pânico enquanto lutava para lidar com as pressões da vida real entre seus 20 anos até pouco antes de conhecer Meghan Markle.

Harry discutiu saúde mental com a apresentadora americana Oprah Winfrey, em uma ampla entrevista para a série de documentários da Apple TV+ que tenta remover o estigma em torno do tema saúde mental.

Durante o programa, ele falou sobre perder a mãe, a princesa Diana, ainda tão jovem. "Fiquei muito zangado com o que aconteceu com ela", disse. 

O duque de Sussex, que tinha 12 anos quando a princesa Diana morreu em 1997, disse que nos anos que se seguiram poucas pessoas ao seu redor discutiram a morte. Harry também revelou que lidou com ataques de pânico e ansiedade severa quando adulto.

"Dos 28 a 32 foi um pesadelo na minha vida", disse Harry.

O príncipe disse que bebeu muito enquanto estava infeliz. "Eu provavelmente beberia o equivalente a uma semana em um dia de sexta-feira ou sábado à noite. E eu me pegava bebendo não porque estava gostando, mas porque estava tentando mascarar alguma coisa", disse na entrevista. 

Harry foi presença constante em tabloides e redes sociais, tornando-se uma figura cada vez mais polêmica.

A união com Meghan colocou Harry nos trilhos. O príncipe inclusive decidiu abandonar a realeza para focar em outros interesses, principalmente se dedicando mais à família.

Meghan, também em entrevista a Winfrey, em março disse que chegou a  pensar em suicídio enquanto estava grávida do filho do casal, Archie. A atriz afirma que era vítima de preconceito dentro da família real.

Abandonar a realeza, as drogas e o álcool são desafios gigantescos. Mas o pai de família Harry não parece se intimidar. O nascimento de Lilibet Diana deve dar ainda mais forças para Harry seguir firme em seu processo de recuperação. Desejamos sucesso. 

Últimas notícias