Ivete Sangalo diz que 500 mil mortes de Covid-19 "não é sobre partidos" e recebe críticas

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 21/06/2021 às 10:07
Ivete Sangalo - Foto: reprodução de @ivetesangalo
Ivete Sangalo - Foto: reprodução de @ivetesangalo
Leitura:

A cantora Ivete Sangalo se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais no último domingo, 20. Tudo começou quando a baiana fez uma publicação no Instagram, lamentando a triste marca de 500 mil vítimas da Covid-19. No post, a artista destacou que os mortos pela doença não estão ligados a nenhum partido político.

LEIA TAMBÉM: Após protestar com cueca no rosto, ator David Cardoso Júnior é internado com Covid-19

"Não é natural. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade", escreveu Ivete Sangalo.

Repercussão

Contudo, a cantora foi duramente criticada e chamada de "insentona" nas redes sociais. A escolha de não citar o nome de Jair Bolsonaro no post também enfureceu os internautas. O presidente vem sendo criticado por sua postura negacionista perante a pandemia.

LEIA TAMBÉM: Paolla Oliveira se posiciona sobre Bolsonaro e ganha seguidores

"Vem a Ivete Sangalo dizer que não é sobre partidos. Pior que é sobre partidos. Tem que ser contra alguma coisa", opinou o jornalista Chico Barney. "Qual a dificuldade em dizer com todas as letras que é contra o crápula do presidente? (…) Não tem desculpa", publicou outro internauta.

LEIA TAMBÉM: Vídeo: Renata Vasconcellos se emociona no editorial sobre as 500 mil mortes do JN

Últimas notícias