Burger King sofre ataques LGBTfóbicos após publicar campanha pela diversidade

Ana Anjos Ana Anjos
Ana Anjos
Ana Anjos
Publicado em 25/06/2021 às 18:38 | Atualizado em 31/12/1969 às 21:00
Campanha da Burger King (Reprodução/Burger King)
Campanha da Burger King (Reprodução/Burger King)
Leitura:

No mês de junho, além do São João, comemora-se o orgulho LGBTQIA+. Várias marcas participam da onda do bem para combater o preconceito, a Burger King é uma delas. A empresa de fast-food decidiu lançar uma campanha "Como explicar?", onde mostra crianças explicando como elas enxergam a comunidade LGBTQIA+.

LEIA MAIS

+ Cinema: 7 filmes para assistir no mês do orgulho LGBTQIA+

+ LGBTQIA+: 10 celebridades que se assumiram em 2021

Acontece que, muitos comentários no vídeo são LGBTfóbicos. O assunto ficou entre uns dos mais falados no Twitter, inclusive a hashtag "burgerkinglixo" e "burgerkingnuncamais". A maioria dos comentários LGBTfóbicos são feitos por pessoas que se autodeclaram de direita e patriotas. Confira:

Mas a empresa também recebeu apoio. Após o ocorrido bombar na internet, as pessoas começaram a curtir positivamente o clipe, além de responder aos ataques e preconceitos. Leia alguns tweets positivos:

Assista "Como explica?":

Durante esse mês, o Burger King alterou a foto e colocou um fundo colorido para fazer referência ao público LGBTQIA+, além de publicar várias fotos nas redes sociais sobre o Mês do Orgulho.

Últimas notícias